PSB quer investigação sobre uso político na liberação de exames e cirurgias em Palmeira


Alexandre Câmara

11/08/2016 10h35

 

Abuso do poder político ou econômico poderá cassar registro e diploma dos candidatos favorecidos


Assessoria


O diretório municipal do PSB prepara representação pedindo que seja instaurada uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) junto ao Ministério Público Eleitoral para investigar denúncias chegadas ao conhecimento do partido da prática de abuso de poder político e econômico que estaria ocorrendo na liberação de cirurgias e exames no Posto Vida em Palmeira dos Índios. A regulação funciona por meio de bilhetinhos, enquanto a população enfrenta filas nos postos em busca de exame ou cirurgia.


O uso político na liberação de exames de média e alta complexidade, inclusive cirurgias eletivas pode ser uma tentativa desesperada de favorecer aliados políticos do governo municipal que estão de alguma forma querendo tirar vantagem ou proveito eleitoral a partir desta prática criminosa, absurda e condenável.  


As sanções nestes casos vão desde a decretação de inelegibilidade por oito anos até a cassação dos direitos políticos dos envolvidos e beneficiados. Logo, quem quiser contribuir com essa denúncia poderá encaminhar vídeos, gravações ou fotos para o email: [email protected] que o partido garante a identidade e o sigilo da fonte. Flagrantes sobre compra de votos, entre outros crimes eleitorais, também podem ser encaminhadas.   


“A ação de investigação judicial eleitoral tem por objetivo impedir e apurar a prática de atos que possam afetar a igualdade dos candidatos em uma eleição nos casos de abuso do poder econômico, abuso do poder político, penalizando com a declaração de inelegibilidade quantos hajam contribuído para a prática do ato” alertou a assessoria jurídica do PSB.   




Compartilhe
comentários