Nota de esclarecimento


Roberto Baia

25/08/2017 12h38

O Ministério Público de Contas de Alagoas é um importante órgão de controle externo, que tem a função de promover e fiscalizar o cumprimento e a guarda da Constituição e das Leis, no que se refere à fiscalização contábil, financeira, orçamentária, operacional e patrimonial do Estado de Alagoas e de seus municípios, bem como a defesa da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais e individuais indisponíveis.

Diferente do que disse o ex-prefeito de Limoeiro de Anadia, James Marlan Ferreira Barbosa, na coluna Cidades Em Foco, assinada pelo jornalista Roberto Baía, publicada na edição do dia 23 de agosto, do Jornal Tribuna Independente, o MP de Contas nunca atendeu a qualquer tipo de pressão política e sempre atuou de forma técnica e independente.

 O Parquet de Contas cumpriu o seu papel constitucional quando emitiu pareceres pedindo a rejeição das prestações de contas do ex-gestor de Limoeiro de Anadia, referente aos anos de 2010, 2011 e 2012, após identificar diversas irregularidades nos três exercícios financeiros.

O MPC/AL reafirma o seu compromisso com a sociedade de zelar pelo cumprimento das leis.

Enio Andrade Pimenta

Procurador-Geral do MPC/AL 

 

Traipu

A Prefeitura Municipal de Traipu adquiriu medicamentos no consórcio de Prefeituras - CONISUL. Segundo o prefeito Eduardo Tavares, essa foi uma fórmula encontrada para comprar medicamentos e correlatos pelo preço correto, evitando-se, dessa forma, as fraudes que, no município de Traipu, era comuns.

“Já recebemos o primeiro e substancial lote de medicamentos. Dia cinco de setembro realizaremos o primeiro grande encontro de trabalho com os servidores da Saúde. Tudo está mudando para melhor, é claro”, disse com otimismo o prefeito Tavares.

 

O áudio não mente

A Audiência Pública realizada na semana passada na Câmara Municipal de Arapiraca acabou se transformando em um espetáculo, no mínimo, sinistro. Vejamos: o tema foi a Saúde Pública Municipal de Arapiraca e teve como protagonista a secretária Aurélia Fernandes. Após falar por mais de duas horas para os vereadores e um público em sua maioria formado por assessores, sem a participação da sociedade civil organizada, ela falou (sim!!!) da Makri Construções, que teria recebido  80% e executado, apenas, 50% das obras, fato que estranhamente negou, através de postagens em grupos de wathSapp de seus assessores.

 

Muito estranho

E o mais estranho ainda foi o fato de ter negado que encontrou R$ 8 milhões de débitos com prestadores de serviços, dentre eles hospitais conveniados, que teria sido “herança” do ex-gestor da pasta, Ubiratan Pedrosa. Este colunista solicitou e foi prontamente atendido pela Mesa Diretora da Câmara, que liberou o áudio completo do pronunciamento da Secretária Aurélia Fernandes.

 

Não cheira bem

Agora, é preciso saber qual foi à intenção da secretária em negar o que falou. Que tem algo que não cheira bem nessa história, não há o que negar.

E, como perguntar não ofende, quem realmente está à frente da Makri Construções? Será  que esse é o motivo da preocupação da secretária?

 

Incentivo ao esporte

Na próxima quarta-feira (30), a partir das 15 horas, a educadora e empreendedora da Educação, Lucineide Afonso de Almeida, fará o lançamento do seu mais novo espaço do Colégio Santa Esmeralda, localizado no bairro Brasília, em Arapiraca. Após 26 anos de atuação no município e pouco mais de mil alunos matriculados, a instituição terá o seu próprio ginásio esportivo próprio, cuja inauguração deverá ocorrer ainda ano.

 

Estrutura moderna

O ginásio de esportes do Santa Esmeralda trata-se de mais uma etapa realizada no que antes era um sonho de Lucineide de Almeida. A unidade esportiva, cujas obras já iniciaram, será dotada com uma estrutura ampla e moderna. Na mesma tarde, terão início os Jogos Internos do colégio que acontecerão na quadra do Centro de Ensino Superior Arcanjo Mikael de Arapiraca (Cesama), também no bairro Brasília.

 

Corrida presidencial

Mesmo antes da visita de Lula, que reuniu centenas de arapiraquenses no Ginásio João Paulo II, o ex-presidente já disparava como preferido do eleitorado, na corrida presidencial de 2018, segundo o Instituto Brasileiro de Pesquisas de Opinião Pública.

No levantamento, Lula aparece com 45% das intenções de votos; Jair Bolsonaro tem 11%, Marina Silva 9%, Geraldo Alkmin 3%, Ciro Gomes 2% e João Dória 1%. Os votos brancos e nulos somam 17% e os indecisos, 10%.

 

Elogiou Renan

Mesmo sendo vaiado em alguns momentos, o que o povo alagoano não pode- nem deve – esquecer é que o senador Renan Calheiros (PMDB) é o principal responsável pela vinda do ex-presidente Lula não só ao Estado, mas a outras regiões do Nordeste.

O ex-presidente elogiou a integridade do senador alagoano na presidência do Senado e seu decidido apoio aos projetos de interesse do povo brasileiro’.

Lula levantou a multidão ao dizer que poderá voltar a disputar a presidência da República.

 

... O prefeito de Palmeira, Júlio Cezar, além de outros gestores alagoanos, visitaram o aterro sanitário de São Luís, no Maranhão, que é administrado pela empresa Usina de Reciclagem de Construção e Demolição. O aterro, um dos pioneiros no Nordeste, é considerado modelo no País e funciona dentro das normas determinadas pelas leis ambientais.

 

... Júlio Cezar é diretor administrativo do Consórcio Regional de Resíduos Sólidos do Agreste Alagoano, responsável pela gestão dos resíduos em 20 municípios do agreste do Estado.

 

... Júlio Cezar disse, ainda, que no dia 12 de setembro haverá uma reunião entre os municípios das regiões Agreste, Sertão e Vale do Paraíba, quando será relatada a experiência que os gestores tiveram em São Luís. Os gestores também irão discutir com os diretores das Centrais de Tratamento de Resíduos (CTRs) de Alagoas sobre os custos operacionais de uma estação de transbordo.



Compartilhe
comentários