Palmeira dos Índios


Roberto Baia

01/09/2017 10h47

Sobre a informação que este colunista recebeu de um vereador de Palmeira dos Índio, que não quis se identificar, de que as obras de revitalização da Praça da Independência estavam paralisadas, o prefeito Júlio Cezar fez questão de nos enviar fotos recentes da obra e provou que está a todo vapor.

Júlio já havia nos informado que o ritmo das obras depende das condições do tempo. “As fortes chuvas que estão caindo no município são responsáveis por quaisquer atrasos no andamento das obras. Nenhuma obra anda debaixo de chuva”, explicou o prefeito.

Fato pode ser confirmado nas ruas do centro da cidade, pela maioria dos palmeirenses.

 

Tocador de obras

Em apenas 8 meses de gestão o Governo de Júlio Cezar vem transformando Palmeira dos Índios num verdadeiro canteiro de obras. Júlio recebeu do governo anterior 23 obras  abandonadas, entre escola e diversos postos de Saúde.

Com uma gestão inovadora, o prefeito Júlio Cezar tem sido um “tocador de obras” e uma delas é a revitalização do Centro da cidade, que pelo visto está avançando mesmo com as chuvas.

E sobre esta obra o prefeito disse:  “Vai ficar um brinco".

 

Mal na fita

Com 99 por cento de possibilidades de cair para a Série C, o ASA, que tem como técnico Marcelo Vilar,  amarga uma das piores campanhas dos últimos anos. Com o time em baixa – são apenas 12 pontos conquistados -, o ASA é o lanterna da competição, com apenas 25 por cento de aproveitamento.

Lembrando que o líder, o Sampaio Correia (MA), está com 69 pontos e um aproveitamento de 60 por cento. Em virtude dos maus resultados, torcedores protestaram esta semana soltando um rojão no gramado do Coaracy da Mata Fonseca.

 

Fora de ordem

Contratado em junho, para tentar reverter o quadro caótico do clube no Grupo A, soube-se, nos, bastidores, que o técnico Marcelo Vilar pediu para deixar o comando técnico do ASA, no último final de semana, o que não teria sido aceito pela diretoria do clube. Ainda segundo os torcedores, falta pulso para a direção fazer com que o treinador faça valer as atribuições da sua função. Mesmo perdendo em casa, o elenco continua sendo imexível, mesmo tendo boas opções no banco. Imperdoável.

 

Comeram pipoca

A equipe depende de combinação de resultados dos outros times para não ser rebaixada, pelo menos a partir da próxima rodada.

Já na campanha de 2016, mesmo atravessando uma série de dificuldades financeiras – em alguns dias os jogadores chegaram a comer pipoca como refeição – o ASA reformulou o elenco, com a contratação de jogadores baratos, mas que se identificaram com o clube e a torcida e superaram as expectativas.

 

No sufoco

O clube chegou até as quartas-de-final, na última rodada da fase classificatória em um confronto cheio de emoção contra o ABC de Natal. Lá, na Arena das Dunas, o ASA arrancou um empate nos acréscimos, o que garantiu o clube na fase seguinte, quando foi eliminado apenas no jogo de volta, pelo Guarani. Tudo isso com graves problemas financeiros.

Já na atual campanha, com os salários em dia, o corpo mole está sendo evidente. E incomodando muita gente.

 

 

Lago da Perucaba 1

O prefeito de Arapiraca, Rogério Teófilo (PSDB), já ordenou licitação, para revitalizar o Lago da Perucaba. O processo licitatório encontra-se em andamento junto à Caixa Econômica Federal. “São 10 milhões e 300 mil reais que se encontram na Caixa para licitação, para podermos desenvolver um projeto e devolvermos aquele local totalmente em condições, como estava em sua inauguração”, assegura Teófilo, lembrando que os recursos foram assegurados através do Ministério das Cidades.

 

Lago da Perucaba 2

O Lago da Perucaba teve a primeira parte inaugurada em 2009, durante a gestão de Luciano Barbosa e com recursos assegurados através de emendas parlamentares do senador Renan Calheiros. Teve sua decadência marcante durante a administração da ex-prefeita Célia Rocha, que prometeu sequenciar as obras, o que não aconteceu. Tampouco proporcionou a manutenção daquele local, que, à época, se tornou o cartão postal de Arapiraca.

 

“Supersalários”

O senador alagoano Renan Calheiros (PMDB) pediu uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar os “supersalários” do Executivo, do Legislativo e do Judiciário.

Para Renan, “é preciso obrigar quem ganha mais do que o teto a devolver o que recebeu a mais, mas há uma dificuldade em levantar os supersalários; por isso defendo a CPI”.

 

Ministro

O ministro dos Transportes, o deputado federal por Alagoas, Maurício Quintella Lessa, usou as redes sociais, para informar a abertura das inscrições para a quarta turma do Curso Básico de Gestor Aeroportuário de 2017.

“Serão oferecidas 30 vagas pela Secretaria Nacional de Aviação, para as aulas realizadas no Aeroporto Internacional Júlio Cezar Ribeiro em Belém, no Pará”, informou. Os interessados podem se inscrever até o dia 11 de setembro, no site do Programa de Treinamento para Profissionais de Aeroportos Regionais (TREINAR).

O curso será presencial, com 40 horas-aula, de 6 a 10 de novembro.

 

 

 

... Já outro ministro alagoano, o candidato ao Senado Federal no próximo ano, Marx Beltrão, comemorou o fato de a pauta de cruzeiros marítimos do Estado ter sido destaque na imprensa nacional.

 

... “Estamos trabalhando para avançar e enfrentar os obstáculos que dificultam o crescimento do setor. Gerar mais emprego e tornar o nosso mercado mais competitivo diante de outros destinos do mundo”, concluiu.

 

... Levantamento recente do IBGE aponta que Arapiraca já passou dos 230 mil habitantes. Cidade registrou crescimento de  quase duas mil pessoas em comparação com a apuração anterior, realizada em 2016..



Compartilhe
comentários