Só em Pão de Açúcar


Roberto Baia

20/06/2019 10h42

Parece mentira, mas é verdade. Prefeito Flavinho participou da festa da comunidade Pacu e inaugurou (pasmem!!!!!!!) a nova ladeira construída pela Prefeitura. A ladeira em questão sequer foi pavimentada e passou, apenas, por serviços de terraplanagem.

E de acordo com informações que estão na página oficial do Facebook da Prefeitura, “no sábado (15), o prefeito Flavinho acompanhado da primeira-dama Luciana Mariano, do vice-prefeito Clayton Farias, de secretários, assessores de diversas pastas, vereadores e outras lideranças, esteve participando das festividades da comunidade Pacu, onde inaugurou a nova “Ladeira do Pacu”, obra realizada recentemente pela equipe da Prefeitura, através SEVOSP, durante o trabalho de recuperação de estradas vicinais da localidade.

 

“Agradecimentos”

Ainda segundo informações oficiais, “os moradores da comunidade Pacu e adjacências expressaram agradecimentos ao prefeito Flavinho pela “realização desta importante obra, que facilita o acesso de veículos e o deslocamento de moradores à sede do município e vice-versa”.

Tem jeito uma coisa dessas???!!!

 

Resposta do MP

O promotor Rogério Paranhos, da 4ª Promotoria de Justiça de Arapiraca, emitiu Nota Oficial em virtude das declarações do administrador de empresa Luís Lobo, no programa Na Mira da Notícia”, da Rádio 96 FM, Maceió, onde fez duras críticas ao Ministério Público de Alagoas que, segundo ele, não decidiu sobre a denúncia que fez de um suposto calote da Prefeitura de Arapiraca pelos trabalhos de auditoria que realizou no último ano das gestões dos prefeitos Luciano Barbosa e Célia Rocha.

 

Não comprovou

Na nota, o promotor afirma que tramita (na Promotoria) um Procedimento Preparatório referente a possíveis irregularidades com que os “serviços de uma suposta auditoria teriam sido “contratados” pelo Município de Arapiraca.

Paranhos afirma que “embora não tenha apresentado documento que comprovasse tal contratação, nem valores pagos pelo erário municipal, realizou a oitiva de 16 pessoas em Arapiraca, Palmeira dos Índios e Maceió, com apoio do Núcleo de Defesa do Patrimônio Público”.

 

Fato novo

Ainda de acordo com a Nota Oficial, Rogério Paranhos informa que entre os meses de março e abril deste ano, o “responsável” por tal “auditoria” que a Prefeitura teria reconhecido os “serviços prestados”, que teria interesse em pagar, o que o levou a aguardar a realização da audiência judicial realizada em maio passado, mas os fatos não se confirmaram em tal audiência.

 

Não prosseguiu

“Diante das alegações de má-fé e inautenticidade de documentos apresentados pelo “responsável” por suposta auditoria, decidiu pelo não prosseguimento do Procedimento em tramite, até o fim a instrução processual”. Paranhos informa que sua decisão de não prosseguir foi submetida à apreciação do Conselho Superior do MP.

 

Mais uma operação

Uma operação, batizada de "Echo", aconteceu nas primeiras horas da manhã de terça-feira (18), e resultou na morte de dois suspeitos e mais de trinta presos. A ação foi deflagrada em Maceió, e também nas cidades de Arapiraca, Delmiro Gouveia, Coruripe, interior de Alagoas, além de Águas Belas, Iati e Garanhuns, em Pernambuco.

 

Kariri-Xocó

A guarda de uma criança nascida na aldeia Kariri-Xocó virou luta de toda comunidade indígena de Porto Real do Colégio. Na manhã de ontem, quarta-feira (19), em reunião com representantes do Ministério Público Estadual e do judiciário - obtida após protesto que fechou a AL-115 na terça (18) - os indígenas afirmaram que não pretendem entregar a menina de 3 anos que atualmente está com os avós maternos na aldeia. 

 

 

Justiça determinou

"A Justiça determinou que a criança deve ser entregue ao pai, mas nós dissemos que não iremos entregar. Mas, na reunião que tivemos, eles disseram que não iriam buscar a menina porque a Justiça está entrando em recesso. Mesmo assim, a comunidade deu o recado: se a polícia for buscar a criança, eles não irão levar. Fico preocupado com a possibilidade de acontecer um conflito, porque somos uma aldeia grande, com mais de quatro mil índios. Vou tentar evitar que isso aconteça", afirmou Ivanildo dos Santos, conhecido como cacique Natuyé. (Com 7 Segundos).

 

 

 

Sem acordo

Após audiência realizada nesta quarta-feira, dia 19, no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) onde alguns empresários pedem a redução do piso salarial  dos jornalistas alagoanos em 40%, a categoria definiu em assembleia geral entrar em greve a partir do próximo dia 25. O presidente do sindicato dos jornalistas de Alagoas ISinJornal) Izaías Barbosa comentou que na audiência de hoje, “a presidente do TRT, desembargadora Anne Inojosa irá nomear um relator para que na reunião do pleno decida até o dia 24, sobre a homologação ou possível acordo do dissídio da categoria”.

 

 

Gravemente ferido

Um homem caiu de uma laje na altura de aproximadamente 6 metros, dentro de uma distribuidora de medicamentos, localizada no bairro Cavaco, em Arapiraca. Segundo informações, o homem, identificado como Cristiano Alves, de 38 anos, estava caído no chão e inconsciente quando o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou ao local para socorrer a vítima. Ainda de acordo com informações, provavelmente, o homem sofreu traumatismo craniano. Ele foi encaminhado ao Hospital de Emergência do Agreste (HEA), em Arapiraca. ( Com Já é Notícia).

 

 

 

... A beleza arapiraquense vai “encandear” o interior do Arapiraca Garden Shopping, no bairro Santa Edwiges, no próximo dia 27 de junho. É que no local vai acontecer mais uma edição do Concurso da Rainha do Milho dentro do Aravantu – São João de Arapiraca 2019. Este ano, o certame conta com premiações de R$ 500 para o 1º lugar; R$ 300 para a vice-campeã; e R$ 200 e brindes para a 3ª colocada.

 

 

... O evento mais uma vez ocorrerá no hall onde está montada a estrutura do Grupo Coringa, maior patrocinador do Aravantu este ano. Uma passarela será erguida à oportunidade.

 

 

... O júri contará com pessoas da comissão julgadora do 17º Concurso de Resgate às Tradições Juninas, influenciadores digitais de Arapiraca e membros do Coringa. Os critérios serão beleza; simpatia; originalidade no traje; figurino; e desenvoltura na apresentação.

 

 



Compartilhe
comentários