Célia Rocha fecha aliança com Marx Beltrão para o Senado


Roberto Gonçalves

29/09/2017 12h39

Ex-prefeita vai para a disputa de uma das 27 vagas na ALE em confronto com antigos aliados

A ex-prefeita de Arapiraca Célia Rocha (PSL) está decidida e vai para a disputa em 2018 de uma das 27 vagas na Casa de Tavares Bastos. É a primeira vez que uma das grandes lideranças políticas do segundo colégio eleitoral do Estado e referência politica do Agreste disputa uma eleição sem mandato enfrentando antigos aliados politicos a exemplo do senador Renan Calheiros (PMDB) vice-governador Luciano Barbosa (PMDB) e o aliado mais recente, o deputado estadual Ricardo Nezinho (PMDB) que disputa a reeleição.

A missão de Célia Rocha em 2018, não será fácil como em eleições anteriores, a primeira vez que disputou a prefeitura de Arapiraca era vereadora em  segunda legislatura e tinha ocupado a presidência da Mesa Diretora da Casa. Sua reeleição para prefeita de Arapiraca, foi fácil graças aos apoio e uma gestão de muitas realizações com obras estruturantes, além de uma excelente equipe de trabalho. Quando disputou um mandato de deputada federal a ex-prefeita, contou com a apoio do então prefeito, Luciano Barbosa e da máquina administrativa.

Missão dificil

Na disputa por uma das vagas na Assembleia Legislativa Estadual em 2018, Célia Rocha vai enfrentar os candidatos a reeleição a exemplo de Tarcizo Feire (PP) que está bem posicionado nas pesquisas para reconquistar o seu segundo mandato na ALE, além dos candidatos situacionistas, a exemplo da pré-candidatura da vice-prefeita, Fabiana Pessoa (PSC) e do filho do ex-deputado estadual Dudu Albuquerque, Breno Albuquerque.

Outras possíveis pré-candidaturas a estadual são da vereadora Aurélia Fernandes (PSB) e do vereador Sérgio Fábio Nunes (PPS) Sérgio do Sindicato) que graças ao apoio da gestão passada em 2016, usando indevidamente, tratores da prefeitura na zona rural de Arapiraca em troca de votos, sendo  o mais votado para a reeleição com 5116 votos.

A mais recente pré-candidatura a deputado estadual foi anunciada, do ex-deputado estadual Alves Correia que deixou o PTdoB e se filou ao PRTB que tem como presidente da agremiação politica o advogado Adeilson Bezerra, que está articulando várias pré-candidaturas a ALE no Estado.

A disputa em Arapiraca entre Ricardo Nezinho e a ex-prefeita, evidentemente que tira votos do primeiro que como vem fazendo em eleições anteriores, busca novos apoios em outras cidades do Estado. A ex-prefeita não estaria satisfeita com o distanciamento do governador Renan Filho e de Luciano Barbosa, e decidiu fechar politicamente com os ministros do Turismo Marx Beltrão e dos Transportes, Mauricio Quintella.

Aliada do senador Fernando Collor (PTC) que tem mandato no Senado até 2022, a ex-prefeita decidiu em um encontro em Arapiraca, que um dos candidatos a senador em 2018, é Marx Beltrão(PMDB). Célia Rocha participou em maio último de um almoço com o ministro Mauricio Quintella, quando discutiram os problemas do Estado e uma aliança para 2018.

Questionada sobre sua posição ao governo, Célia Rocha  surpreendeu dizendo que ainda é cedo, pois a política é muito dinâmica e no momento só existe praticamente a candidatura de Renan Filho a reeleição. Ainda é dúvida até o momento por quem decidirá a ex-prefeita em apoiar o segundo nome para o Senado pode até decidir pelo ex-governador Teotônio Vilela Filho de quem foi fiel aliada quando senador viabilizando muitos recursos na sua gestão a frente do município de Arapiraca no primeiro e segundo mandato.

 



Compartilhe
comentários

Nomeação de suplentes de vereador para cargos na Prefeitura de Arapiraca repercute nos meios políticos do Agreste


Roberto Gonçalves

21/09/2017 09h32

A  informação publicada no Portal da Transparência da Prefeitura de Arapiraca está provocando muita repercussão e polêmica, nesta quarta-feira (20), nos meios politicos nas redes sociais e da população do segundo colégio eleitoral do Estado. Segundo consta do portal, pelo menos três suplentes de vereador do município foram nomeados para cargos comissionados e passam a receber dos cofres públicos salários de até R$ 5 mil.

 Até o momento, foram divulgados nomes de Fábio Bernardo, conhecido como JFB, empresário Genildo das Chaves e Marcelo Casaforte que são filiados ao Partido Social Cristão (PSC), que tem como maior liderança política do município o deputado estadual Severino Pessoa, que recentemente anunciou que estava aguardando o momento oportuno para muar de partido com vistas ao seu projeto politico de disputar uma das vagas na Câmara dos Deputados.

 Na eleição de 2016, Fábio Bernardo, o JFB, obteve 376 votos. Genildo Joaquim, o Genildo das Chaves, obtiveram 444 votos, enquanto Marcelo Casaforte obteve apenas 133 votos na eleição para vereador. Anteriormente outros nomes de lideranças politicas e comunitárias inclusive um ex-presidente da Federação das Associações de Moradores – (Facomar) teriam sido nomeados para cargos comissisonados com altos salários.

 De acordo com o Portal da Transparência da Prefeitura de Arapiraca, os três suplentes de vereador estão lotados com cargos comissionados na administração pública, mas não foi detalhado o cargo de cada um deles e o órgão ao qual estão vinculados.

Número de nomeados para cargos comissionados não são transparentes para a população

 A nomeação para cargos comissionados na gestão do prefeito Rogério Teófilo desde o inicio da sua gestão não são vistos com transparência para a população, contrariando o seu discurso de transparência e honestidade e zelo  com o dinheiro público. No inicio de agosto deste ano, o vereador Sérgio do Sindicato (PPS) apresentou Requerimento na Câmara Municipal de Arapiraca solicitando ao prefeito Rogério Teófilo (PSDB) e ao secretário de Planejamento , Orçamento e Gestão, Antônio Lenine Pereira Filho, o envio, para a Câmara Municipal, da relação e lotação de todos os cargos comissionados do 1º, 2º e 3º escalões, como também os servidores contratados da Prefeitura de Arapiraca.

 De acordo com o requerimento, a relação deveria constar datas e valores dos salários. Sérgio do Sindicato justificou a solicitação, alegando que a abertura do documento tornaria mais acessível aos vereadores a quantidade de servidores contratados e comissionados, e os valores pagos no serviço público municipal.

O requerimento teve sete votos contrários: Melquisedec Oliveira, Gilvânia Barros, Professora Graça, Doutor Fábio, Sinielza Pessoa, Edvanio do Zé Baixinho e Pablo Fênix.Votaram favoráveis à solicitação, o próprio Sérgio do Sindicato, como autor, e os vereadores Fábio Henrique, Pastor Marcos Caetano, Léo Saturnino, Fabiano Leão e Willomaks da Saúde. Apesar do requerimento ter sido rejeitado na Câmara Municipal, Sérgio do Sindicato disse que vai continuar cobrando, em outras instâncias, a relação dos servidores contratados e comissionados no 1º, 2º e 3º escalões na Prefeitura de Arapiraca.

 



Compartilhe
comentários

Clima tenso marca a leitura de matéria que pede o afastamento do presidente da Câmara de Palmeira dos Índios


Roberto Gonçalves

01/09/2017 10h51

Contra Miranda pesa a acusação da não foi apresentação em Plenário do demonstrativo de recursos e as despesas mensais

Em meio a muitas discussões, o vereador Maxwel FeItosa (PMN) fez a leitura, nesta quinta-feira (31) do requerimento que pede o afastamento do presidente da Câmara Municipal de Palmeira dos Índios, vereador Luiz Cavalcante Monteiro Junior, o Junior Miranda (PSL) e do primeiro secretário, Fabiano Gomes (PSD). O grupo dos 10, de oposição à Mesa Diretora, exigia que a votação acontecesse ainda nesta quinta.

Um dia antes, a procuradora da Casa, Aline Canuto, entregou aos vereadores Madson Monteiro e Agenor Leôncio vários documentos que haviam sido solicitados, para serem analisados pelos parlamentares. O chamado “Grupo dos 10″, que pede o afastamento dos dois vereadores, realizou uma sessão extraordinária na tarde desta quinta-feira, quando Júnior Miranda fez o uso da palavra e usou seus argumentos para adiar a votação do requerimento.

Contra Miranda pesa a acusação que não foi apresentado ao Plenário o demonstrativo de recursos e as despesas mensais, o que deve, regimentalmente, se proceder até o dia 20 de cada mês. Segundo os membros do Grupo dos 10, a documentação não vem sendo protocolada. Contra o secretário da Mesa Diretora, Fabiano Gomes, consta a acusação de ausência do Portal da Transparência, não atendendo, desta forma, o que reza a Lei 12.527 de 18/11/2011, que exige o funcionamento dessa publicação, para dar publicidade a todas as receitas e despesas da C

Retaliação  seria contra o corte de cargos comissionados

No uso da tribuna do Plenário, para fazer a sua defesa. Ele alega que os vereadores estariam ‘revoltados’, porque ele cortou os cargos comissionados de todos eles. Informou, ainda, que a Câmara não está deficitária. Ao contrário: possui um saldo positivo de R$ 280 mil, o que teria deixado os parlamentares ainda mais indignados. Essas declarações chegaram à população de Palmeira, uma vez que Miranda fez questão de fazer sua argumentação nas emissoras de rádio locais.

O presidente da Mesa Diretora também solicitou a quebra de todos os seus sigilos e pede que os dez vereadores tomem a mesma iniciativa. “Quero que meus sigilos sejam quebrados e que tenham o acompanhamento do Ministério Público e da Polícia Federal. Espero que os nobres colegas façam o mesmo”, sustentou.

Assinaram o requerimento os vereadores Ronaldo Raimundo Filho, Maxuel Feitosa, Pedro Gaia Bisneto, Fabio Targino, Abraão do BMG, Madson Monteiro, Joelma Toledo, Val Enfermeiro, Agenor Leôncio e Cristiano Ramos. As duas representações protocoladas pelos dez vereadores são coletivas, sendo uma contra cada vereador da Mesa Diretora.

Votação não pode acontecer antes da próxima quarta-feira

Segundo o Regimento Interno, a próxima sessão extraordinária só poderá acontecer após a próxima sessão ordinária, que se realiza na quarta-feira, 06. Caso haja uma outra antes dessa para votação, ela não terá validade. As duas representações protocoladas pelos dez vereadores são coletivas, sendo uma contra cada vereador da Mesa Diretora.

Redação com portal Arapiraca News.

 



Compartilhe
comentários

Complexo Tarcizo Freire realiza ação social Dia da Beleza


Roberto Gonçalves

25/08/2017 12h40

O Complexo Multidisciplinar de Equoterapia Tarcizo Freire em parceria com o Centro Estético Cida Luar promoveu na última quinta-feira 24, uma ação social “Dia da Beleza” para usuárias, mães ou responsáveis pelos atendidos da entidade.

 

O evento teve por objetivo a busca da autoestima, valorização e bem-estar social das mulheres.

Um dia inteiro de ações voltadas para o cuidado estético, que se constituíram em corte de cabelo, escova, hidratação, tintura, penteados, entre outros. O Complexo Tarcizo Freire ofertou ainda, serviços gratuitos de aferição de pressão arterial e glicemia, além de testes rápidos.

Para o gerente da instituição, Michel Pereira, a ação é de fundamental importância, pois além de atender mães e usuárias, o dia da beleza beneficiou também pessoas de baixa renda, e que na maioria das vezes, muitas delas não têm oportunidade de estar obtendo esses serviços.

O deputado estadual Tarcizo Freire prestigiou o evento, conversou com profissionais de beleza e ouviu as participantes, que falaram da satisfação de estarem participando dessa ação social.

Por Assessoria

 



Compartilhe
comentários

Justiça suspende entrega de título Doutor Honoris Causa ao ex-presidente Lula


Roberto Gonçalves

19/08/2017 10h26

Uma liminar da Justiça Federal na Bahia, concedida nesta quinta-feira (17), suspendeu a entrega do título de Doutor Honoris Causa ao ex-presidente Lula, pela Universidade Federal do Recôncavo Baiano (UFRB), em Cruz das Almas, cidade a cerca de 145 km de Salvador. A cerimônia estava marcada para a sexta-feira (18) e, comforme a decisão judicial, não deve ser realizada em nenhuma outra data.

 

A decisão é do juiz Evandro Reimão dos Reis, da 10ª Vara Cível, e foi tomada após ação popular impetrada na Justiça. No documento, Reimão dos Reis ordena, ainda, que a Polícia Federal esteja presente na data e local anunciados da entrega da honraria para garantir o cumprimento da detreminação.

No documento, o juiz argumenta que o ato é ilegal e lesivo ao patrimônio público. “O ato administrativo de concessão do título honorífico de Doutor Honoris Causa ao ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva parece configurar desvio de finalidade revelador de ofensa à moralidade administrativa”, diz o juiz na decisão.

Conforme Evandro Reimão dos Reis, o processo de concessão da honraria a Lula foi feito rápido e não atendeu aos requisitos administrativos necessários. Segundo o juiz, a proposta de dar o título ao ex-presidente foi feita por membros do Conselho Universitário, enquanto o regimento da instituição determina que seja feita mediante proposta justificada do reitor e aprovada por 2/3 dos membros presentes na reunião (da proposta).

“A honraria foi conferida ao réu Luiz Inácio Lula da Silva por provocação do próprio Conselho Universitário, o qual também apreciou a proposição e a aprovou em hostil violação da regra administrativa antes transcrita, o que certamente também aparenta ladear a moralidade administrativa. No ponto, a proteção constitucional à moralidade administrativa consagrada no artigo 5º, inciso LXXIII, da Carta Política, tem como matriz a preservação do patrimônio público onde nele repousa o de cunho moral”, afirma o juiz na decisão.

Além do ex-presidente, são reús na ação o reitor e presidente do Conselho acadêmico da UFRB, Silvio Luiz de Oliveira Soglia, e a própria instituição.

Em nota, a UFRB informou que recebeu com surpresa a notificação da decisão, que já solicitou que a Advocacia Geral da União (AGU) tome as medidas cabíveis para a alteração da decisão e que aguarda o posicionamento do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF).

G1- BA

 



Compartilhe
comentários

Vereador denuncia falta de medicamentos básicos em UBS de Arapiraca


Roberto Gonçalves

16/08/2017 15h30

A sessão ordinária da Câmara Municipal de Arapiraca na noite desta terça-feira (15) foi marcada por severas criticas dos vereadores Moisés Machado (PDT) e do vereador Rogério Nezinho (PMDB) a gestão do prefeito Rogério Teófilo (PSDB).Uma prestação de contas da secretária municipal de saúde, e vereadora licenciada Aurélia Fernandes (PSB)também foi alvo de criticas pela ausência de representantes do Ministério Público, Defensoria Pública e Conselheiros da área de Saúde Pública.

O vereador Moisés Machado ocupou a tribuna da Casa no espaço dedicado as explicações pessoais para falar sobre a audiência pública realizada na manhã dessa terça-feira (15), com a presença da secretária municipal de Saúde, Aurélia Fernandes. O vereador disse ter dúvidas se realmente aconteceu uma audiência pública, porque segundo ele, deveria ser discutido com a sociedade e não apenas com os vereadores.

Ele também lamentou a ausência de órgãos como a Defensoria Pública, Ministério Público, presidentes do Conselho Municipal de Saúde e de outros órgãos para discutir a problemática da questão da saúde pública no município. Ao se referir às explicações da secretária Aurélia Fernandes, Moisés Machado disse que foram muito boas em razão da preparação de sua equipe, que lhe deu suporte, erespaldo necessário.

O parlamentar voltou a denunciar e lamentar a falta de medicamentos em todas as Unidades Básicas de Saúde de Arapiraca na atual gestão que segundo êle, até o material de higiene falta nos postos de saúde e unidades básicas de saúde obrigando aos servidores a comprarem de seus bolsos,papel higiênico, papel toalha para eles e para os usuários.

Moisés Machado disse que a administração municipal está a passos lentos, citando, por exemplo, o Centro de Zoonoses, onde os veículos que fazem a apreensão de animais soltos e doantes nas ruas da cidade estão quebrados, segundo lhe foi informado.
Obras de pavimentação estão atrasadas

Em seu pronunciamento ma tribuna na Câmara Municipal de Arapiraca, o vereador Rogério Nezinho (PMDB), classificou as ações da administração do prefeito Rogerio Teófilo (PSDB),como lentas. Ele citou como exemplo, as obras de pavimentação que estão sendo realizadas na Rua São Jão, no Alto do Cruzeiro, onde segundo ele, o pessoal começa a trabalhar um dia e para mais cinco ou seis, deixando a comunidade revoltada.

Outro assunto abordado pelo vereador, foi com relação a Audiência Pública, realizada na manhã desta terça-feira, com a secretária de Saúde, Aurélia Fernandes.Segundo ele, durante a explicação da secretária, sobre a atuação da zoonose em Arapiraca, que continua deixando a desejar, onde os animais continuam soltos em vários pontos da cidade, principalmente no Bosque das Arapiracas, onde além de um Cartão Postal da cidade, esses animais colocam em risco a integridade física de quem pratica atividades como caminhadas naquele local todos os dias.

Ele  falou sobre o grande número de pessoas que acomapanharam a audiência pública, lembrando que 99,9% eram de servidores da saúde, como gerentes e técnicos da secretaria que deixaram seus locais de trabalho, apenas para aplaudir a secretária. Ele disse que vai continuar fiscalizando os atos da administração municipal, porque é o papel dos vereadores. “Não vamos deixar de fiscalizar e apontar os erros da administração, mesmo porque, fazendo isso, estamos ajudando a melhorar a gestão que está em passos lentos”, concluiu o parlamentar. Nenhum dos nove vereadores que integram o grupo de apoio ao prefeito Rogério Teófilo no Legislativo, se pronunciou em sua defesa.

 

 

 



Compartilhe
comentários

Ricardo Nezinho destaca parceria entre Assembleia e MP em projeto de educação


Roberto Gonçalves

04/08/2017 13h05

Como membro atuante da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa Estadual (ALE), o deputado estadual Ricardo Nezinho (PMDB) participou, nesta quinta-feira (3),em Maceió, de importante reunião com a promotora de Justiça Cecília Carnaúba.

Na ocasião, foi firmada parceria entre a Assembleia Legislativa e Ministério Público Estadual para execução do projeto “Fale, Educação”.

O projeto está sendo adotado em 14 escolas da rede estadual de ensino, com o propósito de aumentar a visibilidade da educação para os poderes e instituições públicas, e facilitar o exercício da cidadania, por parte da comunidade escolar.

A reunião foi presidida pelo deputado Francisco Tenório (PMN), e também contou com a presença dos deputados Bruno Toledo, Jó Pereira e Léo Loureiro.

Após a reunião ficou acordado que o Parlamento receberá cerca de 50 alunos de cada uma das 14 escolas, durante 14 semanas seguidas para que possam conhecer o funcionamento do Poder, o processo legislativo e o trabalho dos deputados.

Redação com assessoria.

 

 



Compartilhe
comentários

Formação do grupo de 10 vereadores incomoda prefeito Júlio Cezar


Roberto Gonçalves

04/08/2017 11h01

Carlos Alberto Jr – Jornal de Arapiraca

Desde a formação, ou união, de um grupo de 10 vereadores autodenominados como da base aliada o prefeito de Palmeira dos Índios, Júlio Cezar (PSB)em torno do vereador Agenor Leôncio (PSB), visando as eleições da próxima Mesa Diretora que assumirá apenas em 2019, o gestor municipal vive dias tensos, a ponto de classifica-los publicamente como “patota”.

O grupo é composto pelos vereadores Abraão do BMG (PRTB), Cristiano Ramos (PDT), Fábio Targino (PEN), Joelma Toledo (PMDB), Maxwell Feitosa (PMN), Madson Monteiro (PHS), Pedrinho Gaia (PMDB), Ronaldo Júnior (PROS) e Val enfermeiro (PMN), além do próprio líder. Já o atual presidente da Mesa Diretora, Júnior Miranda (PSL), Adelaide França (PMDB), Toninho Garrote (PP), Dindor (PRTB) e Fabiano Gomes (PSC) continuam “unidos”.

Na última semana, durante um evento da Prefeitura em praça pública, Júlio Cezar iniciou oficialmente seus ataques contra os parlamentares municipais que reclamaram por não serem mais atendidos pelos secretários municipais.

“Não espero coisa boa. Não espero coisa boa! Aquela patota não é para trabalhar comigo e não é para ajudar Palmeira. Vocês vejam nos próximos dias ou nas próximas semanas. Quem quer trabalhar com o prefeito, quem quer trabalhar com o governo, dá às mãos com o governo. Vem junto comigo trabalhar com Palmeira. Não fica de patota tirando fotos. Porque vereador não foi feito para ficar em rede social, não. Inclusive, tem um do meu partido que é o Agenor [Leôncio]. Eu disse pra ele: Não estou satisfeito com a patota que está sendo feita na Câmara Municipal”, desabafou o prefeito.

Indignação e respostas

Indignados, os vereadores chamados de “patota” desabafaram durante a sessão ordinária realizada na última quarta-feira (2), o que alimentou ainda mais a polêmica e movimentando o cenário político palmeirense. Agenor Leôncio mostrou-se indignado com o desabafo do prefeito. Para quem não lembra, o vereador foi o principal incentivador da candidatura de Júlio Cezar à Prefeitura chegando a mudar de legenda partidária e levar um safanão do então prefeito James Ribeiro durante a campanha de 2016.

Leôncio, durante seu pronunciamento na Tribuna, mandou recado ao gestor municipal chegando a chamá-lo de “ingrato e covarde”. “Prefeito Júlio Cezar, um prefeito que ajudei a eleger; um prefeito que eu fiz por ele o que jamais faria por mim. Saí de um partido para dar sustentação a ele quando, naquele momento, se sentia fragilizado. Gratidão são poucos que sabem o que é isso. Prefeito, foi ingrato com o vereador Agenor Leôncio. Vereador que deu o sangue. Hoje está prefeito, mas tenho certeza que deve ao Agenor Leôncio, uma das pessoas que abraçaram sua causa. Estou triste por ter ajudado muito esse moço que teve a coragem e a petulância de dizer que sou líder dessa patota. Um prefeito que vai na via pública e chama os vereadores que dão sustentação a ele de patota, mostrou o grau de incompetência”, desabafou.

Em outro trecho do discurso, o vereador afirmou que Julio “prometeu coisas mirabolantes. Nunca pedi a ele nada. Se ele tiver a petulância de dizer que pedi é mentira. Covardia tem limite! Jamais seria capaz de pegar o microfone pra dizer que vocês [vereadores] são patotas. Não é fácil pra mim que me dediquei aquele moço, que hoje é prefeito desta cidade. Estou magoado! Mas vai chegar o momento que vou conversar de homem pra homem, olho no olho e com a presença de vocês”, finalizou Agenor Leôncio.

Amenizou

Em entrevista ao Jornal de Arapiraca momentos após a agitada sessão, o vereador preferiu amenizar o discurso. “Fomos destratados publicamente pelo prefeito. Foi uma declaração medíocre e desapropriada. Jamais fomos oposição. Queremos respeito dele”, frisou.

Já o vereador Toninho Garrote reforçou que o prefeito já não recebia os 10 vereadores. “Sabemos que ele tentou ‘comprar’ alguém do nosso grupo, com a finalidade de enfraquecê-lo. Queremos uma retratação. Ainda somos da situação”, destacou.

O vereador Cristiano Ramos afirmou que “no frigir dos ovos, ninguém se manifestou contra o prefeito. Nenhum dos 15 vereadores é contra o prefeito. Achei que foi uma besteira o que ele fez, tratar amigo como inimigo. Ele destratou os aliados. O que existe é muita fofoca na Câmara. Todos tentamos ajudar. Sabemos que ele pegou a Prefeitura com dificuldades. Vereador não é para andar embaixo da ‘asa’ de prefeito”, pontuou.

E o vereador do PDT continuou com seu desabafo. “Meu prazer é estar ao lado do Julio. Ele tem que aprender a ouvir e filtrar tudo para se expressar de forma conciliadora para o bem do povo”, recomendou.

Um dos mais magoados, o vereador Maxuel Feitosa classificou as declarações do prefeito como “errôneas”. “Atingiu pessoas que sempre deram sustentação a ele. Votei nele, minha família votos nela. Tudo o que pediu à Câmara foi aprovado por unanimidade. Se o governo der certo, a Câmara também ficará bem. Não guardamos mágoa, afinal todo mundo erra. Quero que ele se retrate. Não temos intenção de ser oposição. Estamos juntos, sim, mas o objetivo é o coletivo e ajudar Palmeira”, explicou ao Jornal de Arapiraca.

Por fim, o vereador Agenor Leôncio falou que “somos amigos do governo, do povo de Palmeira. Queremos passar uma borracha nessa história”, concluiu.

Jornal de Arapiraca manteve contato com a assessoria de comunicação do prefeito na quarta-feira (2). A resposta foi dada na quinta-feira. “O prefeito gosta de responder ele mesmo esse tipo de coisa”. A reportagem tentou, a pedido da assessoria, manter conversar com Julio Cezar, no entanto, ele estava em compromissos políticos na capital alagoana e seu telefone estava desligado. Até o início da noite de ontem, não obteve nenhuma resposta.

 



Compartilhe
comentários

Travesti é assassinada a golpes de arma branca em Palmeira


Roberto Gonçalves

03/08/2017 11h14

Crime ocorreu na madrugada desta quarta-feira (03) no bairro São Cristovão

O  travesti conhecido como “Mary Montilla” de 26 anos, foi morto a golpes de arma branca na madrugada quarta-feira (02), na Rua Francisco Ferreira Barbosa, bairro São Cristóvão, no município de Palmeira dos Índios, Agreste de Alagoas.

Manoel de Melo Júnior, foi atingido por golpes de faca na região do pescoço. De acordo com policiais do 10º Batalhão de Polícia Militar, testemunhas relataram que dois homens teriam se aproximado “Mary Montilla” e desferido os golpes.

De acordo com a Policia do 10º BPM, a faca peixeira utilizada no cometimento do crime foi encontrada no local. Guarnições da Polícia Militar realizam rondas não região, mas os suspeitos não foram localizados.

Agentes da Polícia Civil estiveram no local do crime e colheram as primeiras informações para investigar se o homicídio tem a ver com homofobia. Equipes do Instituto de Medicina Legal (IML) e Instituto de Criminalística (IC) realizaram a perícia e recolheram o corpo para a sede do órgão em Arapiraca.

Redação com Todo Segundo.

 



Compartilhe
comentários

Requerimento que pede relação de contratados, salários e onde estão lotados é rejeitado no Legislativo de Arapiraca


Roberto Gonçalves

03/08/2017 11h12

eprovação revela que prefeito Rogério Teófilo teria realizado acordo com 9 dos 17 vereadores

Um Requerimento de autoria do vereador Sérgio Fábio Nunes (PPS) o Sergio do Sindicato que pede ao prefeito de Arapiraca, Rogério Teófilo (PSDB) a relação de servidores contratados, comissionados, salários e onde estão lotados ocupando suas funções foi rejeitado na  sessão da Câmara Municipal na sessão ordinária dessa terça-feira (1º) .

Se aprovado o Requerimento seria encaminhado também ao secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão, Antônio Lenine Pereira Filho. O Requerimento reivindica do Executivo a lotação de todos os cargos comissionados do 1º, 2º e 3º escalões, como também os servidores contratados da Prefeitura de Arapiraca na atual gestão.

De acordo com o Requerimento, a relação deveria constar datas e valores dos salários. Na defesa da matéria, Sérgio do Sindicato justificou a solicitação, alegando que a abertura do documento tornaria mais acessível aos vereadores e a população arapiraquense a quantidade de servidores contratados e comissionados, e os valores pagos com dinheiro púvlico na atividade pública municipal.

O requerimento teve sete votos contrários dos vereadores; Melquisedec Oliveira, Gilvânia Barros, Professora Graça (presidente da Mesa Diretora) Fábio Chaves (Dr, Fábio) Sinielza Pessoa, Edvanio do Zé Baixinho e Pablo Fênix.

Votaram favoráveis à solicitação, o próprio Sérgio do Sindicato,autor da matéria e os vereadores Fábio Henrique, Pastor Marcos Caetano, Léo Saturnino, Fabiano Leão e Willomaks da Saúde. Apesar do requerimento ter sido rejeitado, Sérgio do Sindicato assegurou que não vai desamimar e que vai continuar cobrando, em outras instâncias.

 



Compartilhe
comentários

Teófilo corta segundo mês de salários de professores e greve perde força


Roberto Gonçalves

03/08/2017 11h10

A maior greve na rede municipal de ensino da história de Arapiraca perde força após o prefeito Rogério Teófilo (PSDB) cortar os salários dos servidores no segundo mês da paralisação. A categoria reivindica reposição salarial de 7,64% e o prefeito após constantes apelos para o dialogo ofereceu 2,33 e se manteve irredutível na sua contra proposta. Os trabalhadores sentiram o impacto da medida adotada pela gestor e estão esvaziando o movimento coordenado pelo núcleo regional do Sinteal – Sindicato dos Trabalhadores da Educação em Alagoas.

O retorno para as salas de aula dos professores foi admitida pelo presidente do núcleo regional do Sinteal, André Luís, durante entrevista em emissora de rádio de Arapiraca nesta quarta-feira (02). De acordo com as declarações do sindicalista, a adesão à greve foi reduzida em mais da metade, com permanência de cerca de 40% dos profissionais alinhados com a paralisação iniciada em 09 de maio último.

André Luís disse  que uma comissão de trabalhadores esteve nesta terça-feira (1 em Maceió para participar de audiência no Tribunal de Justiça de Alagoas –(TJ-Al)com o desembargador Alcides Gusmão. O corte dos salários foi o ponto principal da pauta, medida questionada pelo Sinteal que pede celeridade na análise da atitude considerada arbitrária pelo sindicato.

De acordo com informações passadas por André Luís, o desembargador explicou que não pode julgar a ação fora do processo relativo à greve, mas há pedido de urgência da matéria que também é acompanhada pelo Ministério Público Estadual.

Sob o impacto dos prejuízos causados pelo corte dos salários dos profissionais em greve, os trabalhadores da Educação convocam a categoria para discutir os rumos do movimento durante assembleia marcada para a tarde desta quinta-feira (03), a partir das 15 horas, na Escola Hugo Lima na Praça Luiz Pereira Lima. O prefeito Rogério Teófilo tampouco, a secretária municipal de Educação, Mônica Pessoa se pronunciaram sobre o corte dos salários pelo segundo mês consecutivo.

Na Câmara Municipal de Arapiraca o movimento de paralisação também perde força junto aos 17 vereadores. O prefeito Rogério Teófilo teria feito acordo com os parlamentares e 9 dos 17, já fazem parte da base de apoio do prefeito  Rogério Teófilo. Na sessão desta terça-feira (1) uma matéria de autoria do vereador Sérgio do Sindicato (PPS) que pedia relação e vencimentos e lotação de contratados na atual gestão foi rejeitado pela maioria.

 



Compartilhe
comentários

Na lanterna, Asa enfrenta sábado (05) no Coaracy da Mata o Fortaleza


Roberto Gonçalves

01/08/2017 11h14

Alvinegro terá o desfalque de Airton na competição

O ASA volta a jogar pelo campeonato brasileiro da Série C no próximo sábado, às 20 horas, no estádio Coaracy da Mata Fonseca, diante do Fortaleza (CE). Bastante pressionado, o elenco alvinegro volta aos treinos nesta terça-feira (1), quando começa a preparação para enfrentar o time cearence.

O momento é tenso e, apesar das dificuldades, muitos torcedores acreditam na reação da equipe, apesar de enfatizarem a limitação do elenco. O fato lamentável é que vândalos picharam os muros do estádio Coaracy da Mata Fonseca,com protestos contra o time e a direção. 

ASA não terá o lateral Airton contra o Fortaleza. O lateral foi expulso na derrota para o Sampaio Corrêa por 1 a 0, sábado passado, quando já estava no banco de reservas. O jogador havia recebido cartão amarelo e o técnico Marcelo Vilar fez a substituição por Thiaguinho. Num momento de reclamação, ele acabou sendo expulso pelo árbitro da partida. 

A boa notícia é a volta do atacante Leandro Kivel, artilheiro da equipe com cinco gols. O jogador que estava suspenso pelo terceiro amarelo, não atuou diante do Sampaio Corrêa. O técnico Marcelo Vilar lamentou a ausência do jogador, até porque o ASA tem pecado bastante nas finalizações.

Em 12 jogos até agora realizados, o alvinegro somou 11 pontos, conquistou duas vitórias, cinco empates e sofreu cinco derrotas. O time arapiraquense marcou sete gols até o momento e sofreu 14, tendo saldo negativo de sete. É justamente pelo critério e gols marcados, que o time arapiraquense está na lanterna. 

 Roberto Gonçalves com Claudio Barbosa. 

 



Compartilhe
comentários

Pesquisa Ibrape revela desaprovação de Teófilo em Arapiraca


Roberto Gonçalves

26/07/2017 09h24

Preferência para o Governo do Estado e Senado são mostrados pela pesquisa

Uma pesquisa divulgada nesta terça-feira (25) revelou que 71% dos arapiraquenses desaprovam a administração do prefeito Rogério Teófilo.  Segundo o estudo, realizado pelo Instituto Brasileiro de Pesquisas de Opinião Pública (Ibrape), passados sete meses do início da nova gestão na cidade de Arapiraca, apenas 23% dos cidadãos aprovam o trabalho desenvolvido, enquanto 6% não sabem ou não quiseram opinar.

Questionados como está sendo a nova gestão, 47% dos cidadãos arapiraquenses responderam que é péssima, 18% regular, 17% ruim, 12% bom, 4% não souberam responder e 2% classificaram como ótima.

A pesquisa também comparou o trabalho com o desenvolvido pela prefeita antecessora, Célia Rocha: 51% disseram que está pior, 18% não souberam ou não quiseram responder, 17% acreditam que está melhor e 14% igual.

Sobre as próximas eleições para o Executivo Municipal, 46% responderam não saber quem apoiar, 42% disseram fazer oposição ao atual governo e 12% reafirmaram apoio à Teófilo.

Em relação a gestão de Michel temer, 89% desaprovam, 7% aprovam e 4% não sabem ou não quiseram opinar.  Segundo a pesquisa, 63% dos arapiraquenses classificam a gestão do país como péssima, 19% ruim, 9% regular, 4% boa, 4% não souberam responder e 1% como ótima. No quis diz respeito ao governo estadual, de acordo com o estudo, 59% aprovam o governo de Renan Filho, 30% desaprovam e 11% não sabem ou não quiseram opinar.

Eleições 2018

O Instituto Brasileiro de Pesquisas de Opinião Pública também levantou as preferências dos arapiraquenses para governo e presidente nas eleições marcadas para outubro de 2018.

Governo Estadual

Para governo estadual, Renan Filho lidera com 41% das intenções e o prefeito de Maceió Rui Palmeira, apontado como possível principal candidato de oposição, aparece com 16%. Em seguida, JHC aparece com 3% e Mário Agra 2%. Os votos brancos e nulos somam 20% e indecisos 18%.

Senado

Na disputa pelo senado, Renan Calheiros e Teotonio Vilela aparecem empatados na preferência dos eleitores arapiraquenses, ambos com 29% das intenções.  Em seguida, aparece Benedito de Lira com 16%, João Caldas com 10% e Marx Beltrão com 9%. O votos brancos e nulos somam 26% e indecisos 20%.

Presidente

O ex-presidente Lula aparece com 45% da preferência dos arapiraquenses. Já o polêmico Jair Bolsonaro  tem 11%, Marina Silva 9%, Geraldo Alkmin 3%, Ciro Gomes 2% e João Dória 1%. Os votos brancos e nulos somam 17% e indecisos 10%.

Metodologia

Para a realização da pesquisa, foram entrevistados 800 eleitores, maiores de 16 anos, no dia 22 deste mês. Segundo o Ibrape, o nível de confiança do estudo é de 95% e a margem de erro máxima de 3,0 pontos percentuais para mais ou para menos, sobre os resultados obtidos no total da amostra.

As amostras foram coletadas nos bairros Alto do Cruzeiro, Arnon de Mello, Cidade Nova, Mangabeiras, Baixa Grande, Eldorado, Cavaco, Baixão, Zelia Barbosa, Poço Frio, Bananeira, Balsamo, Belo Jardim, Bom Jesus, Bom Sucesso, Massaranduba, Baixa Grande, Brasília, Cacimbas, Canafístula, Capim, Teotônio Vilela, Canaã, Catitus, Cazuzinhas, Padre Antônio Lima, Brisa do Lago, Centro, Brasiliana, Santa Edwiges, Capiatã, Frei Damião, Alfaville, Bela Morada e Cidade Sorriso.

Constam ainda os bairros Vila São Francisco, Fernandes, São José, Bom Nome, Santa Esmeralda, Novo Horizonte, Jardim Maria, Residencial Boa Vista, Recanto Boa Vista, Primavera, João Paulo, II, Planalto, Cohab Nova, Cohab do Planalto, Novo Planalto, Pau D’arco, Batinga, Nova Esperança, Boa vista, Morada, Nilo Coelho, Jardim Esperança, Jacarandá, Rosa Amélia. Adalberto Rocha, Verdes Campos, Chácara das Palmeiras e Guaribas;

Redação com 7 Segundos.

 



Compartilhe
comentários

Renan Filho e Luciano entregam escolas e ginásios reformados em Arapiraca


Roberto Gonçalves

21/07/2017 10h37

Duas escolas estaduais reformadas, um ginásio de esportes construído e outro totalmente recuperado. Essa foi a agenda de inaugurações cumprida, nesta quinta-feira (20), em Arapiraca, pelo governador Renan Filho e o secretário de Estado da Educação, Luciano Barbosa. Eles inauguraram as obras acompanhados do senador Renan Calheiros e do prefeito Rogério Teófilo.”Voltamos a Arapiraca para inaugurações na área da Educação com muita alegria e com o sentimento de que estamos no caminho certo. Os benefícios virão cada vez mais rapidamente para que a cidade de Arapiraca, um dos motores do desenvolvimento de Alagoas, possa avançar e colaborar para o desenvolvimento de todo o Estado”, afirmou Renan Filho.

A primeira obra de reforma inaugurada foi a da Escola Moacir Téofilo, localizada no povoado de Canafístula. “Melhorou bastante, e de forma geral, com as novas salas de aula, os banheiros e o pátio”, avaliou a estudante Micaela Aparecida, 15 anos, do 2° Ano B.

A Escola Estadual Moacir Teófilo recebeu manutenção da parte elétrica e hidráulica e foi totalmente murada e retelhada. O pátio recebeu cobertura e uma nova cozinha foi construída. Ao todo, as obras de reforma e manutenção das escolas de Arapiraca beneficiam mais de 3.500 alunos.

“O governador e o vice-governador estão promovendo uma verdadeira revolução na Educação de Alagoas”, afirmou o senador Renan Calheiros, recordando sua luta para trazer a Arapiraca os campi da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e do Instituto Federal de Alagoas (Ifal).

A comitiva seguiu para a Escola Estadual Manoel Lúcio. Lá, o pátio foi coberto, ofertando mais conforto aos mais de mil alunos que estudam na unidade de ensino. As redes elétrica e hidráulica também foram substituídas, bem como promovida a manutenção do telhado.

“Não foi só essa escola reformada, mas todas daqui de Arapiraca. A educação vive um novo momento em Alagoas. No final do ano, com o Programa Escola 10, vamos elevar ainda mais os índices e a qualidade do ensino”, declarou Renan Filho.

A Escola Estadual de Ensino Integral Senador Rui Palmeira ganhou um ginásio poliesportivo. No novo equipamento construído, Renan Filho defendeu cobranças de pênaltis, numa disputa amistosa e descontraída com os alunos, antes do descerramento da placa de inauguração.

O secretário de Educação e vice-governador Luciano Barbosa informou que até o próximo ano, Arapiraca contará com dez ginásios de esportes, sendo nove construídos e um totalmente recuperado: o Deputado José Lúcio de Melo, inaugurado na tarde desta quinta-feira.

O Ginásio de Esportes Deputado José Lúcio de Melo pertence à Escola Estadual Quintella Cavalcante. Com piso emborrachado, o equipamento foi praticamente reconstruído, tornando-se um dos mais modernos do Nordeste.

No ginásio, edificado na década de 1980, foram realizados serviços de substituição de toda a rede hidráulica e elétrica, instalada uma nova fachada, pintura, telhado, fixação de cadeiras em toda a arquibancada, novos banheiros e vestiários. Ao lado estão sendo construídos um campo de futebol society e uma piscina semi-olímpica, dentre outros equipamentos.

“Aqui será o primeiro Centro de Educação Integral de Alagoas. Tudo construído com recursos próprios”, afirmou Luciano Barbosa, afirmando que todas as 15 escolas de Arapiraca serão reformadas até o próximo ano.

“Já entregamos oito escolas e outras já estão com obras previstas para serem iniciadas este ano. Encontramos muitos prédios abandonados e as reformas são necessárias para dar mais dignidade aos estudantes e aos servidores da Educação”, disse Luciano Barbosa. Renan Filho encerrou a agenda em Arapiraca com uma partida amistosa de futsal no Ginásio Deputado José Lúcio de Melo, inaugurando as novas instalações.



Compartilhe
comentários

PF cumpre mandados em propriedades de ex-prefeito Cristiano Matheus


Roberto Gonçalves

20/07/2017 10h56

Desvio de cerca de R$ 6 milhões teria sido feito de merenda e transporte escolar

Desde as primeiras horas da manhã desta quinta-feira (20), cera de 100 policiais federais cumprem 17 mandados de busca, apreensão e sequestro de bens nos municípios de Maceió, Santana do Ipanema, Marechal Deodoro e Pão de Açúcar, todos localizados em Alagoas.

O ex-prefeito de Marechal, Cristiano Mateus, é um dos alvos da operação, denominada “Astaroth”, que investiga desvios de verbas públicas que ultrapassam os R$ 6 milhões. A ação também acontece simultaneamente em Pernambuco e Maranhão, já que a organização criminosa investigada teria ramificações nestes estados.

De acordo com a PF, os desvios ocorreram durante o mandato do ex-prefeito e saíram do Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar (Pnate), PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar) e FUNDEB, onde foi cometido crime de lavagem de dinheiro.

Os mandados têm como principal objetivo colher mais colher indícios e provas de suposta organização criminosa. Tanto residências como bens de Cristiano Mateus estão sendo vistoriados pelos agentes.

ASTAROTH : uma alusão ao exercício de poder que pode despertar o demônio da vaidade

tnh1

 



Compartilhe
comentários

TCU condena Marcos Santos (Traipu) a pagar R$ 187 mil, em 15 dias


Roberto Gonçalves

20/07/2017 10h53

O ex-prefeito de Traipu, Marcos Santos, terá 15 dias para depositar R$ 187.650 aos cofres do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) por não prestar…

O ex-prefeito de Traipu, Marcos Santos, terá 15 dias para depositar R$ 187.650 aos cofres do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) por não prestar contas de dinheiro encaminhado para a cidade dos programas Brasil Alfabetizado, no ano de 2009, e Dinheiro Direto na Escola, em 2010. A decisão cabe recurso.
São R$ 142.650 que não tiveram prestação de contas mais R$ 45 mil, em multas.
Na prática, o TCU julgou irregulares as prestações de contas do ex-prefeito de Traipu. Relator da ação foi o ministro José Múcio Monteiro. A decisão foi do dia 11 de julho.



Compartilhe
comentários

Renan e Luciano entregam mais obras à população de Arapiraca, nesta quinta (20)


Roberto Gonçalves

19/07/2017 15h54

O governador Renan Filho e o vice-governador e secretário de Estado da Educação, Luciano Barbosa, entregam, nesta quinta-feira (20), em Arapiraca, as obras das escolas estaduais Moacir Téofilo, localizada no povoado de Canafístula, da Manoel Lúcio, no bairro das Cacimbas, e do ginásio da escola José Quintella Cavalcanti, no bairro do Eldorado. As inaugurações começam a partir das 10h.

A conclusão das obras de reforma e manutenção beneficiam mais de 3.500 alunos que estudam nestas escolas, além dos servidores da Educação. A Escola Estadual Moacir Teófilo recebeu a manutenção da parte elétrica e hidráulica, foi toda murada e retelhada, com coberta no pátio e nova cozinha.

Na Escola Estadual Manoel Lúcio, o pátio também foi coberto dando mais conforto aos mais de mil alunos que estudam na unidade escolar. A rede elétrica e hidráulica foram trocadas, bem como a manutenção do telhamento.

á o ginásio da Escola Estadual Quintella Cavalcante foi praticamente reconstruído. Alguns estudantes do ensino médio foram convidados para visitar o ginásio antes da inauguração e se entusiasmaram.

“Eu joguei aqui antes da reforma e agora é outro lugar, está demais, muito colorido, bem jovem. Não vejo a hora de jogar novamente nesse novo ginásio”, diz Matheus Marques, estudante do 2º ano.

De acordo com o vice-governador e secretário de Estado da Educação, Luciano Barbosa, foram realizados serviços de substituição de toda a rede hidráulica, elétrica, uma nova fachada, pintura, novo telhado, colocação de cadeiras em toda a arquibancada e novos banheiros e vestiários no ginásio construído na década de 80.

“Colocamos também um novo e moderno piso, um dos mais modernos do Nordeste. O objetivo é que o ginásio possa receber grandes competições, além de servir aos estudantes e a comunidade, claro”, afirma Barbosa.

Construção e reformas de ginásios e escolas têm sido uma das marcas da gestão do governador Renan Filho que nesta quinta-feira entrega mais unidades estaduais de ensino totalmente recuperadas em Arapiraca

 



Compartilhe
comentários

Ex-titular da saúde de Girau é presa durante operação do Gecoc


Roberto Gonçalves

19/07/2017 15h27

A profissional é funcionária efetiva da Prefeitura de Arapiraca

A enfermeira e servidora efetiva da Prefeitura  de Arapiraca, Aruska Magalhães, que atualmente trabalha no administrativo da gestão da terra de Manoel André, e exerceu o cargo de  Secretária de Saúde  de Girau do Ponciano, foi presa na manhã desta quarta-feira (19) durante a Operação Sepse, deflagrada em junho deste ano pelo Grupo Estadual de Combate às Organizações Criminosas (Gecoc) do Ministério Público Estadual de Alagoas (MPE/AL) e que contou com o apoio das Polícias Militar e Civil do Estado.

De acordo com as investigações do Ministério Público, que começaram em março último, os ex-prefeitos das cidades de Maribondo, Mata Grande e Passo do Camaragibe teriam participado de um esquema criminoso envolvendo suposta compra de medicamentos por meio de notas fiscais fraudulentas. E, na época, a Secretária Municipal de Saúde de Girau, era Aruska, que é, inclusive, o que consta em sua apresentação no Facebook.

 



Compartilhe
comentários

Queda de poste provoca morte de mototaxista em São Sebastião


Roberto Gonçalves

11/07/2017 10h21

Um mototaxista identificado como Edvânio dos Santos Silva, 26 anos, foi morto após sofrer uma descarga elétrica na noite dessa segunda feira (10), no sítio Poço Dantas, na zona rural de São Sebastião, no Agreste do Estado..Um poste caído na pista provocou a descarga elétrica que matouo profisssional que também exercia a função de segurança.

De acordo com informações, a vítima trabalhava na função de segurança no hospital da cidade de São Sebastião e nas horas vagas fazia corrida de mototáxi, e o acidente foi causado justamente quando ele retornava de uma corrida para o hospital.

De acordo com informações, ele passou perto do poste caído, e teria tocado no fio e recebeu a descarga elétrica, indo a óbito antes mesmo da chegada do socorro médico.

A polícia foi acionada pela equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e o Instituto Médico Legal de Arapiraca  esteve no local para realizar os procedimentos necessários e o Instituto de Criminalística (IC).

 



Compartilhe
comentários

Hospital Regional de Arapiraca adota padrão internacional para atendimentos de urgência e emergência


Roberto Gonçalves

27/06/2017 10h40

O Hospital Regional Nossa Senhora do Bom Conselho, quem tem como prioridade o atendimento humanizado em saúde, vem utilizando, desde 2014, a Classificação de Risco Modelo Manchester para os setores de urgência e emergência.

Nele, segundo o Diretor Médico Ulisses Pereira, a conhecida “triagem”, que antes selecionava os atendimentos por ordem de chegada, passou a avaliar o grau de risco dos pacientes, que a partir de um protocolo internacional, seleciona os casos conforme a gravidade.

“Todos merecem atendimento digno e humanizado, mas é preciso entender que há casos de risco de morte, mais graves e que precisam de mais celeridade”, avaliou o médico.

Para a Enfermeira Chefe do Hospital Regional, Andreia Costa, a tabela de Manchester é uma ferramenta muito importante e, até certo ponto, vital para salvar vidas.

“Como atendemos mais de 50 municípios a demanda é intensa e imensa. Ter um padrão que nos oriente facilita as coisas e deixa os pacientes mais seguros, mesmo que alguns ainda queiram o atendimento de imediato. É preciso respeitar essa regra que é internacional e regularmente monitorada pelo Ministério da Saúde”, alertou a profissional.

No Hospital Regional são realizados mensalmente cerca de 10 mil atendimentos – um número que, nessa época, aumenta em cerca de 50%.

“O inverno é um dos fatores, mas há muita crise no setor da saúde e as pessoas terminam buscando sempre o nosso Hospital”, comentou Ulisses.

Padrão

No Modelo Manchester, a primeira relação do paciente acontece com o enfermeiro – profissional habilitado a fazer os procedimentos iniciais que levarão a identificação da classificação de risco e aplicação de todo o protocolo.

O padrão adotado sugere a classificação dos atendimentos de acordo com a gravidade, que poderá ser emergente, muito urgente, urgente, pouco urgente e não urgente; passando a ser identificadas através de pulseiras nas cores: vermelha, laranja, amarela, verde e azul, respectivamente.



Compartilhe
comentários