Vereador denuncia falta de medicamentos básicos em UBS de Arapiraca


Roberto Gonçalves

16/08/2017 15h30

A sessão ordinária da Câmara Municipal de Arapiraca na noite desta terça-feira (15) foi marcada por severas criticas dos vereadores Moisés Machado (PDT) e do vereador Rogério Nezinho (PMDB) a gestão do prefeito Rogério Teófilo (PSDB).Uma prestação de contas da secretária municipal de saúde, e vereadora licenciada Aurélia Fernandes (PSB)também foi alvo de criticas pela ausência de representantes do Ministério Público, Defensoria Pública e Conselheiros da área de Saúde Pública.

O vereador Moisés Machado ocupou a tribuna da Casa no espaço dedicado as explicações pessoais para falar sobre a audiência pública realizada na manhã dessa terça-feira (15), com a presença da secretária municipal de Saúde, Aurélia Fernandes. O vereador disse ter dúvidas se realmente aconteceu uma audiência pública, porque segundo ele, deveria ser discutido com a sociedade e não apenas com os vereadores.

Ele também lamentou a ausência de órgãos como a Defensoria Pública, Ministério Público, presidentes do Conselho Municipal de Saúde e de outros órgãos para discutir a problemática da questão da saúde pública no município. Ao se referir às explicações da secretária Aurélia Fernandes, Moisés Machado disse que foram muito boas em razão da preparação de sua equipe, que lhe deu suporte, erespaldo necessário.

O parlamentar voltou a denunciar e lamentar a falta de medicamentos em todas as Unidades Básicas de Saúde de Arapiraca na atual gestão que segundo êle, até o material de higiene falta nos postos de saúde e unidades básicas de saúde obrigando aos servidores a comprarem de seus bolsos,papel higiênico, papel toalha para eles e para os usuários.

Moisés Machado disse que a administração municipal está a passos lentos, citando, por exemplo, o Centro de Zoonoses, onde os veículos que fazem a apreensão de animais soltos e doantes nas ruas da cidade estão quebrados, segundo lhe foi informado.
Obras de pavimentação estão atrasadas

Em seu pronunciamento ma tribuna na Câmara Municipal de Arapiraca, o vereador Rogério Nezinho (PMDB), classificou as ações da administração do prefeito Rogerio Teófilo (PSDB),como lentas. Ele citou como exemplo, as obras de pavimentação que estão sendo realizadas na Rua São Jão, no Alto do Cruzeiro, onde segundo ele, o pessoal começa a trabalhar um dia e para mais cinco ou seis, deixando a comunidade revoltada.

Outro assunto abordado pelo vereador, foi com relação a Audiência Pública, realizada na manhã desta terça-feira, com a secretária de Saúde, Aurélia Fernandes.Segundo ele, durante a explicação da secretária, sobre a atuação da zoonose em Arapiraca, que continua deixando a desejar, onde os animais continuam soltos em vários pontos da cidade, principalmente no Bosque das Arapiracas, onde além de um Cartão Postal da cidade, esses animais colocam em risco a integridade física de quem pratica atividades como caminhadas naquele local todos os dias.

Ele  falou sobre o grande número de pessoas que acomapanharam a audiência pública, lembrando que 99,9% eram de servidores da saúde, como gerentes e técnicos da secretaria que deixaram seus locais de trabalho, apenas para aplaudir a secretária. Ele disse que vai continuar fiscalizando os atos da administração municipal, porque é o papel dos vereadores. “Não vamos deixar de fiscalizar e apontar os erros da administração, mesmo porque, fazendo isso, estamos ajudando a melhorar a gestão que está em passos lentos”, concluiu o parlamentar. Nenhum dos nove vereadores que integram o grupo de apoio ao prefeito Rogério Teófilo no Legislativo, se pronunciou em sua defesa.

 

 

 



Compartilhe
comentários