Educação

Estudantes cuidam dos espaços de aprendizagem em Arapiraca


Davi Salsa
Fonte: Redação

22/06/2018 11h43

Quem entra na Escola Estadual Senador Rui Palmeira (Premem), na cidade de Arapiraca, percebe de imediato o grau de compromisso dos alunos com o cuidado e a preservação do patrimônio público.

Localizado no bairro Capiatã, o prédio escolar foi construído no ano de 1979 e, recentemente, recebeu melhorias em sua estrutura física, com obras de ampliação, pintura, reforma da quadra de esportes, nova rede de energia elétrica, tela de proteção, serviços de jardinagem e expansão da biblioteca, que é aberta à comunidade.

Desde o ano passado que a escola funciona com ensino integral. Em Arapiraca, além da Escola Premem, outras duas unidades já adotam o projeto pedagógico inovador: Escola Professora Izaura Antônia Lisboa (Epial) e Lions Club.

Os mais de 1.300 alunos matriculados têm acesso a disciplinas específicas do Ensino Médio, como também a disciplinas eletivas que enriquecem, ampliam os conhecimentos dos jovens e também mobilizam os estudantes no cuidado com a preservação do patrimônio público.

Lançada no início deste mês, em todas as unidades da rede estadual de ensino, a campanha “Minha escola eu amo, eu cuido” está sendo abraçada também em Arapiraca.

“A escola permite o protagonismo juvenil. Ela deixa a gente livre na escolha das atividades de maior identificação, para que possamos desenvolver cada vez mais as nossas habilidades”, declarou a estudante Emanuelle Pereira, 16 anos, aluna do 2º ano do Ensino Médio.

Como atividade de disciplina eletiva, os alunos participam de ações de preservação do meio ambiente e patrimônio, horta escolar, desenvolvimento sustentável, empreendedorismo, entre outras iniciativas sob a supervisão dos Docentes de Turma (DOT).

“Está sendo muito proveitoso esse trabalho de integração com os alunos e no cuidado do ambiente escolar”, salienta a professora Alba Regina, que leciona Biologia e também atua como Docente de Turma na Escola Estadual Senador Rui Palmeira, em Arapiraca.

Ela conta que, durante as atividades eletivas, os alunos passam a vivenciar mais o cotidiano da escola.

“Até demandas específicas, como a falta de algum material e pequenos reparos e consertos são levados para a direção, num trabalho conjunto para a manutenção e conservação do prédio”, acrescenta a professora.

Com investimentos do Governo de Alagoas, mais da metade das escolas da rede estadual foram recuperadas e todas recebem recursos do programa Escola da Hora, para manter o pleno funcionamento dos prédios escolares.

A ideia principal da campanha “Minha escola eu amo, eu cuido” é de estimular o protagonismo juvenil e incentivar a conservação de todos os bens da unidade de ensino, criando o sentimento de responsabilidade e pertencimento pelo espaço educacional.

 

 

Foto: Davi Salsa


Compartilhe