Entretenimento

Valessa Guimarães, Sabores que vem do fundo da alma


Carlo Bandeira
Fonte: Redação

12/01/2018 10h20

Arapiraquense da gema, filha do radialista Nivaldo Guimarães e da Psicóloga Valdenice Guimarães, a bacharela em turismo e agora fazendo Pós-graduação em gastronomia – gestão de negócio de restaurantes, a chefe de cozinha. Mesmo no estágio, que fez do curso de turismo, pediu pra ir direto pra cozinha, lugar onde se encontra com a sua verdadeira vocação.

A gastrônoma Valessa, já comandou grandes cozinhas em alagoas, como; restaurante Vila Chamusca, a cozinha do Hotel meliá, Hotel Jatiúca, e o restaurante Cambará, entre outros. Ela confessa que, mesmo com todas as dificuldades, está se especializando na culinária regional, inspirada na cultura tradicional dos nossos ancestrais indígenas e quilombolas, e pratos da família, que observava sua mãe e sua avó, na cozinha.

Também é especialista em confeitaria, outra de suas paixões. Hoje, em Campos do Jordão, onde está fazendo uma especialização em gastronomia pelo SENAC,  Valessa, exerce a função de chefe da cozinha de uma famosa pousada cinco estrelas. Mas ela confessa que é muito difícil adquirir conhecimento da nossa culinária. Os chefes que detêm os conhecimentos de pratos regionais, não repassam as suas experiências com os respectivos aprendizes.

Mas isso não é empecilho para esta arapiraquense. “Lembro-me dos doces e pratos que minha mãe e minha avó faziam. E eram pratos tradicionais da nossa família. Essa é a cozinha que quero para os meus cliente. Um certo dia, estava eu na cozinha da pousada, e me chamaram para ir falar com uma hospede que estava almoçando, e que chorava. Aproximei-me e lhe perguntei porque chorava. Prontamente ela levantou o olhar e lacrimejando pegou no meu braço, e sussurrando me revelou; lembrei-me da minha mãe, com esse prato. Comia até não aguentar mais. Você conseguiu me fazer relembrar os meus tempos de criança, além de estar com o sabor maravilhoso”, contou-nos a chefe Valessa. São esses os valores que trago comigo e com a minha receita. Continuarei estudando e pesquisando a nossa culinária regional, que é apreciada pelo sabor forte e original. Tantos os pratos doces como os salgados, com ingredientes originários e adaptados à nossa região serão a nossa especialidade.

Em 2019 termino o meu curso e me preparo para lecionar e incentivar ainda mais as maravilhas da culinária de nosso nordeste, de nossos avós, de nosso país.

Estou me preparando para voltar à minha terra e por em prática a cozinha dos meus sonhos, a cozinha que satisfaz o nosso corpo e a nossa alma.

Vou incentivar a cozinha afetiva, aquela que satisfaz as saudades das noss

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação


Compartilhe