Entretenimento

Após confusão em redes sociais, organização da micaraca esclarece problemas do evento e desmente calote


Fonte: Redação com Já é Noticia

19/02/2019 08h29

Após áudios nas redes sociais, gravados pelo cantor baiano Julinho Porradão, afirmando que não havia recebido seu devido cachê pelo show da micaraca e que não conseguiu finalizar evento devido à intervenção policial, o organizador do evento, Jessé Júnior desmentiu a gravação, afirmando que não houve calote e que o artista recebeu 75% do valor acordado para realização do show.

“Trabalhamos muito para resgatar e executar a micaraca, foram tantas coisas durante o show de ontem, mas ficamos manchados por esse problema com o Julinho Porradão. Ele nos acusa, mas não assume parte da culpa que é dele. Jogou a carga toda para cima da gente”, desabafa.

Sobre o atraso, Jessé Júnior afirma que, o show de Julinho Porradão estava marcado para às 20 horas, mas o artista chegou em Arapiraca após às 21 horas e iniciou o show só às 23 horas. 

“Tínhamos um acordo e uma responsabilidade junto ao Ministério Público do Estado (MPE) e a Polícia, não poderíamos atrasar o evento. Às 21 horas e 10 minutos ele me mandou uma mensagem dizendo tinha acabado de chegar à cidade. A culpa do atraso foi dele, a polícia ainda nos deu meia hora de tolerância, mas excedendo o horário estávamos colocando todos em risco”, explicou Jessé Júnior.

Perguntado sobre o problema de pagamento junto aos artistas, o organizador do evento afirmou que pagou 75% do valor e os outros 25% não foram pagos por culpa do próprio artista que foi embora sem contatar os organizadores.

“O contrato foi no valor de R$5mil, pagamos 50% do valor antecipado e o restante ficou para acertar no local do evento, como acordado com todos os artistas. Quando ele chegou pagamos mais mil reais e faltou apenas mil e quinhentos, que seria entregue no encerramento do show, após calcularmos o arrecadado de bar, mas ele foi embora sem procurar o pessoal da organização”. 

Jessé Júnior completou dizendo que encarou com surpresa o áudio do artista, ainda mais que já havia recebido mensagens positivas dos outros artistas que subiram ao palco da micaraca. “As outras bandas estão nos parabenizando. Nunca demos calote no Julinho, se ele nos tivesse ao menos procurado já teríamos resolvido esse problema do pagamento. Foi ele quem causou toda essa polêmica”, finalizou o organizador do evento. 



Compartilhe