Esportes

CSA x CRB: clássico dentro e fora de campo neste domingo


Fonte: Tribuna Independente

29/08/2020 13h32

Será o clássico de número quatro de 2020. O primeiro foi empate (1×1). O segundo deu Azulão (1×0). O segundo deu Galo (1×0). Agora o jogo é pela Série B. CSA e CRB entram em campo neste domingo, às 19h, no estádio Rei Pelé, com a missão de pontuar par seguir o sonho de acesso. A semana pré-clássico foi marcada pela guerra de declarações entre os presidentes Rafael Tenório e Marcos Barbosa.

“Um fato tornado público pelo Cruzeiro, após o jogo da Copa do Brasil, nos fez refletir e vir aqui, através desse ofício, pois aconteceram fatos lastimáveis para imagem do futebol alagoano, remetendo a práticas passadas, inaceitáveis para os dias atuais”, disse Tenório em nota oficial do clube se referindo ao número de pessoas que o CRB colou em campo.

“Quem perde, tem que chorar. O CSA é um perdedor para o presidente Marcos Barbosa. O Rafael Tenório e o Omar Coelho têm que continuar chorando até o final do ano, até o Alagoano do ano que vem”, disse Barbosa em resposta.

O fato é que dentro de campo os dois times terão problemas. O CRB tem três baixas e dois retornos no clássico contra o CSA, pela Série B. Não jogam o zagueiro Ewerton Páscoa (lesão muscular), o lateral-esquerdo Igor (recuperação da pancada na cabeça) e o atacante Erik (torção no joelho).

O caso de Erik preocupa, e o médico Sérgio Canuto avalia até a possibilidade de fazer uma cirurgia. CRB tem receio que a lesão no joelho direito tenha sido mais séria, mas o diagnóstico ainda vai ser apresentado.

O zagueiro Xandão sentiu a coxa contra o Vitória, não atuou contra o Cruzeiro e ainda é dúvida. Quem volta é o volante Thiaguinho e o lateral-direito Reginaldo, que não podem mais atuar na Copa do Brasil deste ano porque defenderam outros clubes na competição.

O zagueiro Reginaldo estreou na última quarta e deve formar domingo a dupla com Gum. Assim, uma formação provável tem: Victor Souza; Reginaldo, Gum, Reginaldo e Hugo; Claudinei (Thiaguinho), Washington e Diego Torres; Luidy, Magno Cruz e Léo Gamalho.

AZULÃO

Quatro jogadores do CSA não disputaram nenhum clássico contra o CRB. O zagueiro Cleberson, o atacante Netto, o meio-campista Marquinhos e o atacante Pedro Júnior vão ter essa chance. Netto se machucou, voltou a treinar e pode ser relacionado. Marquinhos deve ser titular e Pedro, regularizado, disputa posição no ataque.

Marquinhos disputou até agora dois jogos e foi bem. Ele é um volante moderno, que pisa na área e se destaca no jogo aéreo. É uma das apostas da diretoria para o segundo semestre. Contra a Ponte, fez até um gol de cabeça no início do jogo. Netto (ex-Mirassol) entrou no jogo contra o Guarani, mas saiu logo. Jogou apenas 39 minutos no segundo tempo. Voltou a treinar normalmente nesta semana e se colocou à disposição da comissão técnica.

O reforço do CSA estava na Tailândia e vai precisar também mostrar nos jogos que não terá problema de readaptação. Ano passado, Pedro, de 33 anos, defendeu o Fortaleza.

Cleberson estava no Sport e deve esperar um pouco para ser titular. A zaga do CSA é formada por Luciano Castán e Alan Costa desde a Série A do ano passado e tem bom entrosamento. O CSA fechou o clube nesta semana, dá poucas informações sobre os treinos, mas uma formação possível tem: Thiago Rodrigues (Bruno Grassi); Norberto, Alan Costa, Castán e Igor Fernandes; Márcio Araújo, Marquinhos, Yago (Renatinho) e Nadson; Rafael Bilu e Pedro Júnior (Michel Douglas). O técnico Eduardo Baptista se apresentou ao CSA e comandou o treino. Ele já está recuperado da Covid-19 e trabalha no clássico de domingo.



Compartilhe