Esportes

CRB vence nos pênaltis por 4x3 e continua na Copa do Brasil


Marcio Santana

15/02/2018 22h09

 

O CRB passou para a terceira fase da Copa do Brasil. A conquista da vaga foi tensa, nervosa, mas muito emocionante. Depois do empate no tempo normal em 1 a 1, a classificação saiu na série de cobranças de pênalti, quando o Galo venceu por 4 a 3. Os gols no tempo normal foram marcados por Neto Baiano (CRB) e Ricardo Lobo (Novo Hamburgo), um em cada tempo. Já nas cobranças de pênaltis, converteram Ricardo Lobo, Júlio Santos e Branquinho (Novo Hamburgo); e Rafael Bastos, Diego, Ayrton e Willians Fernandes (CRB). Em noite inspirada o herói da partida foi o goleiro do Galo, João Carlos, que defendeu duas cobranças.

Agora na próxima fase, nesse caso a terceira, o CRB vai enfrentar o São Paulo, que, também na noite desta quinta-feira, venceu o CSA, no Estádio Rei Pelé, por 2 a 0. E pelo fato de ter avançado à próxima fase, o CRB vai embolsar a quantia de R$ 1,4 milhão, cota destinada aos clubes que chegam a esta fase da competição.

Em um jogo bastante truncado, o primeiro bom momento de gol do foi do Novo Hamburgo, aos 9 minutos de bola rolando. O time do Novo Hamburgo tinha mais volume de jogo, enquanto o ataque do CRB praticamente não exigia nenhum esforço do goleiro Michel Alves.

Mas apesar de não ter levado perigo algum durante o primeiro tempo, foi o CRB quem abriu o placar, aos 46min. O zagueiro Anderson Conceição tocou para a área adversária e o atacante Neto Baiano oportunista como sempre, aproveitou a falha da defesa do Novo Hamburgo e guardou: 1 a 0.

No segundo tempo, como era de se esperar, o Novo Hamburgo foi quem começou assustando. Aos 13min, a zaga do CRB deu um vacilo e Juninho Silva assustou o goleiro João Carlos. E de tanto pressionar, o time da casa chegou ao empate, já aos 29min, com o estreante Ricardo Lobo, após uma bobeira da zaga regatiana: 1 a 1. Sendo assim, decisão foi para as cobranças de pênaltis e aí o Galo levou a melhor, vencendo por 4 a 3. Destaque para o goleiro João Carlos, que fez duas grandes defesas, garantindo a classificação.

OS TIMES

Novo Hamburgo: Michel Alves; Lito Guerreiro, Roberto Dias, Júlio Santos e Assis; David, Diogo Oliveira (Zotti), Juninho Silva e Preto; Flávio Torres  (Ricardo Lobo) e Jean Silva (Branquinho). Técnico: Beto Campos.

CRB: João Carlos; Ayrton, Flávio Boaventura, Anderson Conceição e Diego; Feijão, Serginho, Leilson (Willians) e Edson Ratinho; Willians Santana (Rafael Bastos) e Neto Baiano (Marcão). Técnico: Mazola Júnior.



Compartilhe