Esportes

Galo é eliminado na Copa do Nordeste pelo Ceará após empate em 0 a 0


Fonte: Redação com Gazeta Esportiva

24/05/2018 08h56

Após o eletrizante empate em 3 a 3 na partida de ida, CRB e Ceará voltaram a se enfrentar nesta quarta-feira (23), pelo jogo de volta das quartas de final da Copa do Nordeste. Melhor para a equipe de Fortaleza, que com a nova igualdade de 0 a 0, garantiu vaga nas semifinais da A  competição regional. Nesta quarta, comandado por Daniel Azambuja, o Ceará viu o futuro técnico do clube, Jorginho, assistir a partida da arquibancada. A torcida dos mandantes, aliás, mesmo com a classificação, entoava “time sem vergonha” ao final do jogo, já que o clube não vence há um mês.

Com o resultado, o Vozão irá enfrentar o time do Bahia na próxima fase do torneio, com ambas as equipes decidindo uma vaga na final.

O jogo – A primeira chance da partida veio logo aos quatro minutos. Após avançar pela direita e chegar até a linha de fundo, o lateral cearense Arnaldo conseguiu o cruzamento. A bola parou nos pés de Ricardinho, que concluiu a finalização, mas viu o chute bater na zaga regatina e sair para escanteio.

22 minutos depois, o próprio defensor Arnaldo se machucou e pediu a substituição. O meio-campista Naldo entrou em seu lugar, naquele que seria o outro único fato interessante de um primeiro tempo fraquíssimo tecnicamente.

No segundo tempo, o Ceará voltou mais centrado e ligado ao jogo. Aos 13 minutos, Ricardinho serviu Elton, que efetuou o cabeceio, mas parou no goleiro João Carlos. Praticamente no lance seguinte, foi a vez de Richardson tocar para o atacante, que novamente viu o arqueiro realizar boa defesa.

Pouco depois, Neto Baiano, do CRB, aproveitou erro da defesa rival e arrancou livre para o gol, mas acabou sendo derrubado pelo zagueiro Luiz Otávio, que acabou sendo expulso. O árbitro da partida havia marcado a penalidade máxima, mas voltou atrás e determinou falta. Na cobrança, entretanto, a equipe alagoana não conseguiu aproveitar e o placar permaneceu 0 a 0.

A partida ficou com tons dramáticos após a expulsão. Os visitantes só atacavam, enquanto os donos da casa permaneciam no campo de defesa, sem propor o jogo. Ainda assim, o Ceará segurou a pressão e garantiu a classificação para as semifinais.



Compartilhe