Esportes

Vitória é a palavra de ordem do CRB contra o Londrina


Fonte: Tribuna Independente / Editoria de Esporte

28/07/2018 18h52

È vencer ou vencer. Não tem jeito. Neste sábado o CRB entra em campo com o peso de, se tropeçar, voltar para a zona de rebaixamento da Série B. Para isso não acontecer é necessário bater o Londrina, às 16h30, no Rei Pelé. A semana inteira foi de cobranças. Pressão em cima do técnico Doriva que empatou um jogo chave contra o Criciúma no meio de semana (0x0) e viu a chance de criar uma ‘gordura’ ser desperdiçada. A torcida pode fazer a diferença. No Trapichão a média de público do Regatas é muito baixa.

“Até quando saí no intervalo, o torcedor estava questionando. O torcedor tem a razão. A gente não está bem colocado, estamos sofrendo na competição. Mas acho que o torcedor tem que vir ao estádio para apoiar. Se ele é torcedor, ele vem para apoiar, para torcer. Depois no final do jogo ele questiona, xinga, extravasa. Mas durante ao jogo, no intervalo, eu discordo. Infelizmente nosso torcedor tem que compreender isso. Sei que a paixão fala mais alto, que o torcedor é passional. Ninguém está aqui de brincadeira. Todo mundo quer ganhar, todo mundo quer vencer. Do mesmo jeito que o torcedor. O torcedor tem que apoiar, encorajar para que o jogador confie, tenha confiança. Todo mundo está correndo. Não dá para falar nada desse elenco. Agora as coisas às vezes não saem como a gente planeja”, afirmou o técnico Doriva.

Para este sábado os preços estão definidos com mesmo valor de terça passada. Os bilhetes custam R$ 30 para as cadeiras especiais e R$ 15 para as arquibancadas altas e baixas. Os pontos de venda são: Loja Poly Sport, na Arena das Torcidas (Amélia Rosa e Serraria), Estande do Galo (Maceió Shopping), Bar do Carlão (Trapiche) e Kiosk Sports (Avenida Deputado José Lages, Ponta Verde). “Sabemos da força que a nossa torcida tem. Tenho convicção que vamos fazer um grande jogo contra o Londrina e, com isso, deixar o nosso torcedor feliz, que é o que mais queremos quando entramos em campo”, disse o lateral Diogo Mateus.

A base titular é mistério. É provável que mudanças aconteçam. Quem volta ao time é o zagueiro Everton Sena. “Aquele jogo contra o Juventude foi bastante difícil, e ainda teve aquelas duas faltas. Teve uma primeira, em que eu só estava olhando para a bola, e tropecei e levei amarelo. Na segunda, briga por espaço e, no meio de campo, o juiz me deu amarelo e me avermelhou, me deixando de fora do jogo passado. Já cumpri a suspensão, e graças a Deus estou de volta. Vamos em busca dos três pontos, com a  torcida”, disse Sena.

 

 

 



Compartilhe