Interior

Após assalto, agência dos Correios de Campo Alegre continua fechada


CARLOS ALBERTO JR.

23/06/2017 13h28

A população da cidade de Campo Alegre, no Agreste alagoano, passa por diversos contratempos, desde que a agência dos Correios foi assaltada no dia 12 passado. Isso porque, desde então, a unidade está fechada e diversos serviços deixaram de ser prestados, como por exemplo, a entrega de documentos e produtos.

O delegado da Polícia Civil, Gilson Melo, morador da cidade, é uma das vítimas secundárias dos criminosos. Ele comprou um Home Theater pela internet e a entrega será pelos Correios. “Desde o dia 8 passado, monitoro e o equipamento já estava direcionado para entregar na agência de Campo Alegre”, explicou.

No entanto, devido ao fechamento da unidade, o delegado continua na expectativa de receber seu equipamento e não sabe qual providência tomar. “O atendimento já não era legal, era apenas o gerente e um funcionário que vinha de Arapiraca. Agora com a agência fechada, então...”, desabafou.

O delegado disse que todos os serviços prestados pelos Correios estão paralisados na cidade. “Ninguém fala nada. A agência está fechada no cadeado. Nem o gerente, que mora em Campo Alegre, aparece por lá. Os Correios já foram sinônimo de eficiência, mas a unidade aqui estava até sem segurança humana há algum tempo”, revelou.

A reportagem tentou falar com a assessoria de comunicação dos Correios, em Maceió, mas não conseguiu. Na agência de Arapiraca, localizada na Praça Luiz Pereira Lima, uma servidora que pediu para não ser identificada explicou, extraoficialmente, que a agência só deverá ser reaberta provavelmente após o encerramento das investigações pela Polícia Federal.

No entanto, de acordo com informações apuradas pelo Portal Arapiraca News, a unidade de Campo Alegre não deverá ser reaberta, devido ao chamado Plano de Otimização dos Correios anunciado em fevereiro passado, que inclui o fechamento de 250 agências em todo o país, a partir de outubro.

Além da agência Campo Alegre, os Correios deverão encerrar as unidades Filatélica, no Centro de Maceió, Luziápolis e Pindorama, em Coruripe. A informação já foi confirmada pela Gerência dos Correios em Alagoas, que analisa também o fechamento de mais unidades, mas ainda sem data prevista.

A fusão e fechamento de agências visa o controle de gastos, uma vez que a estatal passa por crise financeira. Em dois anos consecutivos registrou prejuízo de R$ 4 bilhões. Alguns estados como São Paulo, Bahia e Maranhão, por exemplo, já tiveram agências fechadas.

A segunda etapa do processo de contingência da empresa poderá afetar outros municípios alagoanos. No entanto, segundo as informações apuradas, ainda não há definição do período em que isto ocorrerá.

A ação criminosa

Nesta quinta-feira (22), a Polícia Federal divulgou vídeos do assalto à agência dos Correios de Campo Alegre. O crime foi praticado no último dia 12 e as imagens do circuito interno de segurança conseguiram capturar os rostos dos criminosos e parte da ação.

As imagens mostram a chegada dos bandidos em uma motocicleta, de placa não identificada. O condutor está de camisa preta, enquanto o garupa de camisa azul. Eles entraram na agência, renderam funcionários e clientes e iniciaram a ação criminosa.

Um dos funcionários, provavelmente o gerente, foi levado à sala do cofre. No local, a vítima acabou sendo chutada algumas vezes pelo abandido de camisa azul, armado com um revólver de calibre não identificado. As vítimas que estavam dentro da agência foram obrigadas a deitar no chão, entre elas uma mulher com uma criança no colo.

Os criminosos continuam sendo procurados pelas polícias. As prisões deverão acontecer em breve, já que, para facilitar o trabalho, ambos não se deram ao trabalho sequer de esconder as faces. Além do dinheiro, os criminosos também levaram pertences de algumas pessoas.

Quem tiver informações sobre os bandidos, a Polícia Federal disponibiliza o número 3216-6767 para denúncias. O número 181 também pode ser utilizado e o anonimato é garantido.



Compartilhe