Justiça

Coronel de saia administra a Secretaria de Saúde de Arapiraca, diz conselheiro Nau Clarindo


Carlo Bandeira
Fonte: Arapiraca News

11/10/2017 10h47

Na Sessão da Câmara de Vereadores de Arapiraca, desta terça feira (10), aconteceu a Tribuna Livre, que tratou da destituição da presidente do Conselho Municipal de Saúde, Cida do Bolo, pela Comissão de Ética do Conselh Municipal de Saúde que, para surpresa de todos os vereadores presentes, destituiu e, ao mesmo tempo, assumiu provisoriamente a presidência do Conselho.

Cida do Bolo foi penalizada por três meses, por se recusar a viajar de volta a Arapiraca, junto com pacientes de hemodiálise, para não por em risco a saúde dos mesmos, já que o processo fragiliza as defesas e debilita a resistência dos pacientes. Como se não bastasse, o transporte que os levara ficou esperando até às 17 horas com os pacientes dentro do carro, fato que ela, Cida do Bolo, não sabia que estava acontecendo, pois ela falou para o motorista voltar para Arapiraca assim que o tratamento terminasse, o que não aconteceu.. Detalhe: eles chegaram pela manhã em Maceió, fizeram a sessão de hemodiálise e, sem refeição ou atenção alguma, da Secretaria de Saúde de Arapiraca, o transporte foi obrigado pela secretaria, a esperar as integrantes do Conselho saírem de um evento, para, então, todos voltarem à Arapiraca.

A presidente do Conselho se indignou com o mau trato sofrido pelos pacientes e, imediatamente, pediu que o transporte voltasse os trazendo de volta.

Ela e outras duas integrantes do Conselho de Saúde e representantes comunitárias se recusaram a voltar no mesmo veículo, devido à fragilidade dos pacientes, que poderiam ser infectados com a presença das integrantes do Conselho, que vinham de lugar não esterilizado.

 Por isso, a secretária de Saúde, Aurélia Fernandes, a ‘Coronel de saias’, segundo falaram integrantes dos conselhos e entidades de classes, sentiu-se ofendida e, segundo Cida do Bolo, foi a causa da represália da secretária.

O que se viu na Câmara de Vereadores foi um ato de solidariedade de todos os vereadores e vereadoras presentes, independente das diferenças políticas. Eles pediram a revisão, pelo presidente interino do Conselho, da destituição da Cida do Bolo, que todos acharam, no mínimo, ‘imoral’.

O castigo

 A Comissão de Ética, do Conselho Municipal de Saúde, aplicou uma suspensão de três meses de afastamento da Cida do Bolo. Aliás, ela só tem mais dois meses de mandato. Porém a pena aplica ultrapassa o período da sua gestão

A presidente da Câmara, Graça Lisboa, ‘pediu diálogo, justiça, ética’, e apoiou os seus pares.

Disse, ainda, que “quem dever que pague, pois mesmo fazendo parte da base do governo Teófilo, atuo com imparcialidade, e sempre defendendo os interesses da população de Arapiraca, com os meus pares”, destacou. 

Resultado

Por fim, o resultado foi o repúdio demostrado pelos dirigentes de conselhos, partidos, e da sociedade civil organizada, presentes à tribuna livre. Inclusive o pedido de revisão da decisão e a volta da ex-presidente ao posto de presidente do Conselho Municipal de Saúde.

Todos os vereadores presentes pediram que a Comissão de Saúde da Câmara tome as devidas providências, o que foi ratificada pela presidente, vereadora Graça Lisboa, que aproveitou para testemunhar o voluntarismo e o compromisso que a penalizada Cida do Bolo tem perante suas ações em benefício de Arapiraca, completou, Graça Lisboa.

Finalizou abrindo as portas da Câmara aos integrantes do Conselho Municipal de Saúde para resolverem as questões que ora incomodam a Administração da atua gestora da Saúde, que com mão de ferro, administra as necessidades.

De pçarabéns, também, está a vereadora Gilvânia Barros, presidente da Comissão de Saúde da Câmara de Vereadores e única integrante que se fez presente à Tribuna Livre, que discutiu os últimos acontecimentos que envolve o Conselho Municipal de Saúde de Arapiraca. Já que ela escutou, participou e saiu com a missão de convocar a Comissão de Saúde para averiguar em que circunstâncias os membros da Comissão de Ética, do Conselho, votaram pela destituição da presidente Cida do Bolo.



Compartilhe