Municípios

Deputado e vereador jogam baixo para obter simpatia do eleitorado em Jequiá da Praia


Fonte: Redação

16/10/2020 10h07

A falta de propostas de candidatos e seus apoiadores leva a campanha política para o nível da baixaria. Ataques pessoais são armas recorrentes na disputa pela simpatia do eleitorado, jogo sujo praticado nos palanques, nas rodinhas de conversa e também nas redes sociais.
Em Jequiá da Praia, um pequeno município localizado no Litoral Sul de Alagoas, o confronto que mira no resultado das urnas no próximo dia 15 de novembro leva ex-aliados e atuais adversários políticos a apelar para preconceitos enraizados no machismo e na cultura desprezível que coloca a mulher como mero objeto de prazer sexual. Além disso, a homoafetividade é apresentada como falha de caráter.
Os golpes baixos desferidos para tentar conquistar votos apelam para o que precisa e dever ser combatido por todos, inclusive e principalmente por quem se apresenta como capaz de representar o povo do município de impressionantes belezas naturais.

 

Insinuação de Marx
Em um vídeo que circula em grupos de Whatsapp, o deputado federal Marx Beltrão usa o microfone para insinuar que o vereador João Sampaio é homossexual.
Apresentada de forma debochada e cobrada como se fosse uma explicação devida ao povo, ao invés da prestação de contas das atividades no parlamento ou dos trabalhos desenvolvidos ao longo do mandato, a suposta orientação sexual do edil entrou na pauta da campanha durante comício realizado em Jequiá da Praia na noite de 11 de outubro, véspera da celebração à Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil.
“Eu queria dizer o seguinte: João, você é vereador, é um cara que era pra ser respeitador, mas você é acostumado a andar armado, com porte de arma – que ele diz pra todo mundo –, anda com 3, 4 seguranças, mas João...nas madrugadas que você está sozinho, tu bem que gosta de uma barba no teu pescoço né?”, ironiza o deputado federal em cima do palanque, depois de chamar o adversário político de garoto de recado e dizer que João havia ameaçado um candidato do grupo da situação.

Família rachada
Em Jequiá da Praia, a prefeita Jeannyne Beltrão tenta a reeleição. Ela é irmã de Marx Beltrão e tem como principal adversário nas eleições deste ano o candidato Felipe Jatobá, nome apoiado por Marcelo Beltrão, ex-prefeito de Jequiá da Praia, atualmente deputado estadual e candidato a prefeito de Coruripe, onde enfrenta o primo Maykon Beltrão, irmão de Marx.
Nesse cenário do racha na família que comanda prefeituras do Litoral Sul de Alagoas e do Baixo São Francisco, o preconceito ganha voz nos palanques. “Conta isso pro povo, tu bem que gosta! Nas madrugadas, João Sampaio, que você morde fronha, explica isso pro povo João! Assuma!”, afirma o deputado federal e ex-ministro do Turismo, para delírio da plateia que aplaude e mostra apreço pelo discurso homofóbico, palavras que reforçam a ideia sobre a orientação sexual indicar se qualquer pessoa merece, ou não, ser digna de confiança e respeito.

 

Machismo
Também chamado de ‘garoto de recado’ por Marx Beltrão, o vereador João Sampaio rebateu o trecho do discurso com uma resposta concluída no mesmo nível de baixaria e preconceito machista.
Na resposta, o vereador diz que a insinuação foi feita por Marx “não ter o que mostrar de sua irmã na administração durante quatro anos”. João Sampaio diz que tem sua vida pessoal, intelectual e profissional é bem resolvida, concluindo o que chamou de ‘papo reto’, pedindo que o deputado federal traga a esposa (de Marx) até ele, recorrendo à mesma estratégia de tentar conquistar o eleitorado por meio do preconceito.
“Se eu fosse solteiro, você (Marx) que corre muito e deve estar deixando sua esposa desassistida, traga ela aqui em casa, duas horinhas...eu devolvo ela do jeito que eu encontrei. Aí você pergunta a ela quem é que morde fronha”, diz o político que informa seu endereço e mostra o mesmo defeito do membro da bancada federal alagoana.
João Sampaio ressalta que pediu autorização de sua esposa, Kelly Rocha Sampaio, sobre o convite que faz à esposa de Marx Beltrão, divulgado em seu perfil no Instagram.

No registro com mais de três mil visualizações e dezenas de comentários, o vereador diz ainda ter vários amigos homoafetivos, inclusive em sua família.

Respeito?
“Eu tenho respeito por todos, são competentes, são capazes, são respeitadores. Por que você (Marx) acha que essas pessoas são menores do que você? Por que você acha que é melhor do que um homossexual, que um negro?” dispara João Sampaio, tentando tirar proveito político da situação constrangedora para ambos.
Ex-aliado de Marx e Jeannyne Beltrão, ex-presidente da Câmara de Vereadores de Jequiá da Praia e vereador em seu quarto mandato, João é candidato à reeleição pelo grupo de oposição. No vídeo, ele acrescenta que a atual prefeita será arrancada da cidade litorânea e que Marx será desmoralizado por Marcelo Beltrão em Coruripe.

 

Foto: Divulgação


Compartilhe