Municípios

Governo decreta estado de emergência de seca em Arapiraca e mais 37 cidades alagoanas


Fonte: Redação com Gazetaweb

17/01/2019 13h38

O governo do Estado decretou situação de emergência, por 180 dias, em 38 municípios de Alagoas, devido ao grande período de estiagem. O decreto, de número 63.536, foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quinta-feira (17). 

De acordo com a publicação, a "situação anormal, caracterizada como situação de emergência", leva em consideração a preservação do bem-estar da população e de atividades socioeconômicas das regiões atingidas por eventos adversos. O decreto informa é preciso adotar as medidas necessárias para, em regime de cooperação, combater situações emergenciais.

As cidades em estado de emergência são: Água Branca, Arapiraca, Batalha, Belo Monte, Cacimbinhas, Canapi, Carneiros, Craíbas, Coité do Nóia, Delmiro Gouveia, Dois Riachos, Estrela de Alagoas, Girau do Ponciano, Inhapi, Igaci, Jacaré dos Homens, Jaramataia, Lagoa da Canoa, Major Izidoro, Maravilha, Mata Grande, Minador do Negrão, Monteirópolis, Olho D'Água das Flores, Olho D'Água do Casado, Olivença, Ouro Branco, Palestina, Palmeira dos Índios, Pão de Açúcar, Pariconha, Piranhas, Poço das Trincheiras, Quebrangulo, Santana do Ipanema, São José da Tapera, Senador Rui Palmeira e Traipu.

De acordo com o decreto, os municípios em estado de emergência foram definidos devido a seca prolongada, redução do nível de rios, lagos e açudes, bem como os impactos decorrentes das perdas significativas na agricultura e pecuária das regiões assoladas pela estiagem. 

Em decorrência disso, a população vem sofrendo com o abastecimento de água para o consumo humano e animal. E a situação ainda piora, considerando o quadro socioeconômico desfavorável da região, o que exige do Poder Executivo Estadual a adoção de medidas urgentes para restabelecer a normalidade das regiões afetadas.



Compartilhe