Polícia

PF apreende mala de dinheiro em residência de servidora em Arapiraca


Fonte: 7 Segundos

14/10/2020 13h54

Uma mala de viagem lotada de cédulas de R$ 100 e de R$ 50 foi apreendida na manhã desta quarta-feira, na residência de uma servidora federal no município de Arapiraca, durante a operação Seguro-Mamata, deflagrada pela Polícia Federal para desmontar esquema de fraude no seguro-desemprego. 


Até o momento, a PF não divulgou o valor exato em dinheiro contido na mala, que seria estimado em meio milhão de reais. A proprietária da mala, no entanto, não foi detida.

O delegado de combate ao crime organizado da PF, Leopoldo Soares Lacerda, que comanda a operação, confirmou em entrevista que a organização criminosa que teria desviado pelo menos R$ 12 milhôes do governo federal estaria concentrada em Arapiraca, mas se estendia também até Sergipe, Pernambuco e São Paulo.

"A operação é resultado de uma investigação que iniciou em dezembro de 2018, a partir da comunicação da Caixa Econômica Federal a respeito de alguns saques suspeitos do seguro-desemprego, concentrados em poucas empresas e com dados, também suspeitos, que poderam ser configurados como fraude", explicou o delegado.

De acordo com ele, a PF encaminhou meses atrás representação de mandados de busca e apreensão e de prisão contra os envolvidos identificados na investigação, que resultou na operação deflagrada hoje, onde estão sendo cumpridos 40 mandados de busca e apreensão. O único mandado de prisão foi cumprido em Boca da Mata e teve como alvo um empresário local. Além desse município e de Arapiraca, também foram cumpridos mandados em Maceió, Anadia, Coruripe, União dos Palmares, São Miguel dos Campos, Palmeira dos Índios, Atalaia, Limoeiro de Anadia e Maribondo.

 



Compartilhe