Polícia

SSP apresenta detalhes da prisão de 15 homicidas em Alagoas


Fonte: Gazetaweb

29/08/2017 13h01

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) apresentou detalhes das circunstâncias que resultaram na prisão de 15 suspeitos de homicídios em Alagoas. Um dos casos revelados, durante entrevista coletiva, na sede do órgão, na manhã desta terça-feira (29), foi narrada a trama que resultou na morte de um jovem na parte baixa da capital. O crime tem um professor de cursinho pré-vestibular e de uma escola particular como principal envolvido.

De acordo com a SSP, o educador Thiago Fernando Fonseca Lima planejou com o colega Jonathas Santos da Silva a morte de João Vitor Dantas Vasconcelos. Outros dois suspeitos, Ugo Marcel Marx Felix, Valmir Vieira dos Santos e Bruno Ricardo Santos Amorim (conhecido como Tapioca) estão foragidos.

Sobre este caso, a explicação da polícia foi a de que Thiago e Ugo chamaram a vítima para usar drogas, porém, Ugo desviou o caminho e os levou para um lugar ermo, por trás da Braskem, no Sobral.

Com os três ainda estavam mais duas pessoas (irmão da vítima e um vizinho dela, mas estes não teriam relação com o crime, segundo a polícia). Ao chegar ao local, Ugo teria enviado a localização pelo celular para Jonathas, que, juntamente com dois amigos, foram até o local e anunciaram o assalto de fachada. Na verdade, era uma emboscada para matar João Vitor, que foi atingido por dois disparos na cabeça.

A investigação apontou que o único que efetuou os disparos foi Jonathas (autor material). Os demais tramaram o crime juntos.

No total, a coletiva apresentou detalhes da prisão de 15 suspeitos de assassinatos, todos ocorridos nos últimos dez dias. Do total, sete foram presos em Rio Largo e oito em Maceió. Na capital, foi preso Djavan José dos Santos Silva, de 24 anos, conhecido como "Dija". O crime atribuído a ele aconteceu no Clima Bom, no dia 15 de setembro. A vítima foi Jackson Alves Cavalcante Júnior.

Também foram detidos VPG, 17 anos; Carlos Henrique Ferreira de Andrade, 23 anos, o "Chocolate", e Natanael Santos da Silva, 19 anos, o "Chiau". Segundo a polícia, eles mataram Talisson Romão dos Santos, o Talito, de 24 anos, no dia 27 de julho, no Virgem dos Pobres.

Alex Lopes Calheiros de Mendonça, 25 anos, foi preso por um crime cometido na Serraria, no dia 8 de abril. A vítima foi Anderson Berlindo dos Santos Alves. Além dele, foi detido Eduardo Alves da Silva, de 20 anos, o Dudu, crime na praia de Ponta Verde, cujas vítimas foram Alisson Ricardo dos Santos e Pedro Henrique da Silva Sancho.

Em Rio Largo, foram presos Jaciel de Andrade Silva, Geovane Paz da Silva, José Francisco Nascimento da Silva e Robert Jonathas da Silva Felix (esses três últimos acusados de matar morador de rua no dia 15 de agosto. Além desses, foram presos em outros casos Donizete Amâncio da Silva, Luís Felipe da Silva e Charles Gomes, o Boi Branco.

O delegado Rubens Martins, de Rio Largo, falou que nos últimos 30 dias, quatro mototaxistas se envolveram em homicídios. Os casos estão sendo investigados.



Compartilhe