Polícia

Polícia identifica 20 presos que ordenavam crimes de dentro de presídios em Alagoas


Redação
Fonte: G1/AL

07/09/2017 08h24

Secretaria de Segurança Pública de Alagoas (SSP) informou nesta quarta-feira (6) que identificou 20 presos que continuavam organizando ações criminosas de dentro do sistema prisional do estado. Eles já cumpriam penas por outros crimes, e receberam nova voz de prisão.

Os presos foram identificados como Jeferson da Silva Lopes, o "Sanguinário"; Daniel de Souza; Robert Barbosa Moreira, o "Perna"; Jailson Tavares de Lima, o "Irmão Pequeno"; Vanderson da Silva, o "Irmão Muvuca"; José Wellington de Souza, o "Irmão Atla ou Aquila"; Pablo Ramiro Pontes Rocha, o "Sonic"; e João Batista da Silva Barros, o "Jão" ou "Diabólico".

Além deles, também receberam nova voz de prisão Gabriel Pedrosa da Silva; Eduardo José da Conceição, o "Du"; Adeilson Rodrigues dos Santos, o "Avalanche"; Alisson de Morais Correia, o "Corea"; Alfredo Filipe Tavares Lourenço; Kainan Felipe Guilherme de Almeida; Wallison Henrique Silva de Souza, o "Gigante"; Paulo Henrique Silva de Oliveira, o "Paulinho"; Maurício Dias da Silva, o "Ninho"; João Paulo da Silva, o "JP"; Roniely da Silva Pereira, o "Irmão Osama"; e Flávio Soares da Silva, o "Flávio Ceguinho".

De acordo com a polícia, eles fazem parte de uma organização criminosa envolvida em diversos crimes. Outros membros desse grupo já foram presos em ações que vem sendo realizadas desde julho, em locais e datas distintas.

Segundo do delegado Mário Jorge, da Divisão Especial de Investigações e Capturas (Deic), a primeira fase da operação aconteceu no dia 16 de julho, quando quatro homens foram detidos antes de cometer uma chacina no bairro de Jatiuca, em Maceió.

Já a segunda foi em relação a um sequestro frustrado de um gerente de supermercado na barra de São Miguel em 8 de agosto. Quatro pessoas morreram por suspeita no crime.

Dois dias depois, a polícia prendeu três suspeitos em Maceió. Jardeilton dos Santos Silva, vulgo "Irmão Del", foi detido na Santa Amelia; Leandro de lima Oliveira, o "Zinca", no Barro Duro; e Artur de Souza Santos, o "Artur do pó l", na Santa Lúcia.

No dia 17 de agosto, foi preso Ronaldo dos Santos, chamado de fantasma, em Roteiro.Ainda segundo a polícia, em 31 de agosto, foram presos quatro homens que responderam não só por participar de grupo criminoso, como também de homicídios.



Compartilhe