Polícia

Jovem desaparece após suposta abordagem da PM em Maceió, diz família


Fonte: G1 AL

05/02/2018 15h34

Um jovem de 23 anos, Humberto Tiago de Araujo Neto, está desaparecido desde a última quinta-feira (1), no bairro do Trapiche. A família denuncia que ele sumiu depois de ser abordado e levado por policias em uma viatura do Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran).

A assessoria da Polícia Militar informou à reportagem do G1 nesta segunda (5) que o BPTran disse que verificou os relatórios e em nenhum deles consta registro de ocorrência referente ao caso e também que as guarnições não confirmaram qualquer abordagem deste tipo.

Segundo a irmã do jovem, Thayse Cristina da Silva Araujo Martins, 29, ele estava na rua de casa, quando foi abordado por policiais a paisana. "Pegaram ele e pediram apoio. Aí veio um carro do BPTran. Ele e outro rapaz foram levados e nós não tivemos mais notícias dele."

Thayse disse que a família registrou um Boletim de Ocorrência na sexta (2), no Complexo de Delegacias Especializadas (Code). No fim de semana, o outro jovem foi até a casa dela e mas disse não saber onde Neto estava.

"O outro menino que tinha sido levado com ele apareceu e disse que os dois foram pra trás da Braskem e apanharam. Ele disse que depois os policiais liberaram ele e meu irmão ficou. Aí nós fomos nesse lugar ontem de manhã, e encontramos a camisa do meu irmão lá", contou Thayse.

A irmã também disse que Humberto é usuário de drogas e já tinha sido preso e cumprido pena de 6 meses por roubo de uma moto. "Tem uns 4, 5 anos que ele foi preso. Depois foi solto e hoje ele trabalha com a minha irmã, fazendo entrega de água. A gente não sabe porque levaram ele".

A assessoria da PM disse que o BPTran também foi procurado pelos familiares do jovem, e orientou que eles recorressem à Corregedoria da Polícia Militar, para que seja feita a abertura de um processo administrativo para apurar os fatos.



Compartilhe