Polícia

Operação Adsumus: líder da quadrilha atuava de dentro do presidio, afirma delegado


Fonte: cadaminuto

30/04/2018 14h06

Os delegados Thiago Prado e Fábio Costa concederam uma coletiva à imprensa na manhã desta segunda-feira (30), na sede da Polícia Civil, no bairro de Jacarecica, em Maceió, para fornecer mais detalhes sobre a operação Adsumus desencadeada neste sábado (28) no município de Arapiraca. Segundo os delegados, o líder da quadrilha atuava de dentro do presídio do Agreste.

Durante a ação, dois morreram, quatro foram presos e dois menores apreendidos. De acordo com a polícia, o líder da facção criminosa foi identificado como Júnior Grampão e se comunicava com os outros membros – que estavam fora do Sistema Prisional – através de cartas que eram enviadas por meio da companheira dele.

“A quadrilha responde por tráfico de drogas e homicídios na cidade de Arapiraca. O líder utilizava da companheira que era uma menor para transmitir as ordens da facção criminosa”, informou o delegado Thiago Prado.

“Os que morreram no confronto foram os indivíduos identificados como Gigante e Tenebroso que eram os braços armados da facção. Eles eram responsáveis pelo menos da execução de oito pessoas da cidade de Arapiraca”, acrescentou Thiago.

Foram apreendidos na operação entorpecentes e duas armas de fogo.



Compartilhe