Política

Caixa paga hoje 3ª parcela do auxílio emergencial a nascidos em julho e agosto


Fonte: Redação com R7

02/07/2020 09h41

A Caixa paga, nesta quintara-feira (2), o auxílio emergencial de R$ 600 para 6,8 milhões de beneficiários nascidos em julho e agosto. A terceira parcela será depositada em conta poupança para 5,1 milhões que fizeram o cadastro pelo aplicativo do banco ou pelo CadÚnico e que receberam a primeira parcela até o dia 30 de abril.

Outro 1,5 milhão, que recebeu a primeira entre os dias 16 e 29 de maio, terá creditado a segunda parcela. Além de 200 mil, do último lote liberado, que receberão a primeira parcela.

Para evitar filas e aglomerações nas agências, o auxílio será depositado na conta poupança digital, escalonado de acordo com a data de aniversário, até sábado (4). O beneficiário pode pagar contas e fazer compras pelo aplicativo Caixa Tem. E só a partir de 18 de julho começa o calendário para saque em dinheiro.

Veja o calendário:

Depósito na conta poupança digital

Pagamento terceira parcela (1º lote), segunda parcela (2º lote) e primeira parcela (4º lote)

Sábado (27 de junho) – nascidos em janeiro e fevereiro (6,5milhões)
Terça-feira (30 de junho) – nascidos em março e abril (6,9 milhões)
Quarta-feira (1º de julho) – nascidos em maio e junho (6,9 milhões)
Quinta-feira (2 de julho) – nascidos em julho e agosto (6,8 milhões)
Sexta-feira (3 de julho) – nascidos em setembro e outubro (6,8 milhões)
Sábado (4 de julho) – nascidos em novembro e dezembro (6,5 milhões)

Saque em dinheiro

Pagamento terceira parcela (1º lote), segunda parcela (2º lote) e primeira parcela (4º lote)

Sábado (18 de julho) – nascidos em janeiro (3,4 milhões)
Sábado (25 de julho) – nascidos em fevereiro (3,1 milhões)
Sábado (1º de agosto) – nascidos em março (3,5 milhões)
Sábado (8 de agosto) – nascidos em abril (3,4 milhões)
Sábado (15 de agosto) – nascidos em maio (3,5 milhões)
Sábado (29 de agosto) – nascidos em junho (3,4 milhões)
Terça-feira (1º de setembro) – nascidos em julho (3,4 milhões)
Terça-feira (8 de setembro) – nascidos em agosto (3,4 milhões)
Quinta-feira (10 de setembro) – nascidos em setembro (3,4 milhões)
Sábado (12 de setembro) – nascidos em outubro (3,4 milhões)
Terça-feira (15 de setembro) – nascidos em novembro (3,2 milhões)
Sábado (19 de setembro) – nascidos em dezembro (3,3 milhões)

Quem pode receber

O benefício foi criado para diminuir os impactos da pandemia de coronavírus na população de baixa renda. O benefício é pago em três parcelas de R$ 600, mas esse valor sobe para R$ 1.200 nos casos de mães responsáveis pelo sustento da família.

Para ter direito ao auxílio é preciso estar desempregado, ou ser microempreendedor individual (MEI), contribuinte individual da Previdência Social e trabalhador informal. Além de pertencer à família cuja renda mensal por pessoa não ultrapasse meio salário mínimo (R$ 522,50), ou cuja renda familiar total seja de até 3 (três) salários mínimos (R$ 3.135,00).

Segundo o banco, já foram pagos até agora R$ 108,1 bilhões a 64,7 milhões de beneficiários inscritos por meio do Cadastro Único, do Programa Bolsa Família, ou pelo site e pelos aplicativos da Caixa.

 



Compartilhe