Política

Rodoviários da Veleiro atrasam saída e decidem por greve


Fonte: Assessoria

30/07/2020 14h59

Na manhã desta quinta-feira (30), os funcionários da empresa Veleiro atrasaram a saída dos ônibus da garagem, em Rio Largo, e realizaram uma assembleia. A concentração teve início às 4h da manhã.

Diante da demora no pagamento de salários e outros direitos trabalhistas, os funcionários, muitos com faixas, decidiram pela greve a partir de segunda-feira (3).

Os veículos foram liberados para o transporte depois das 7h30. Mas na próxima semana, a frota será reduzida para os 30% obrigado por lei.

Hernandes José dos Santos, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Alagoas (Sinttro), afirma que a empresa não está cumprindo com regras trabalhistas com os funcionários de Rio Largo.

Entre outras denúncias, estão os atrasos no pagamento dos salários e pendências relacionadas ao FGTS, atraso de cinco meses no pagamento do plano de saúde e o valor da pensão alimentícia, mesmo sendo descontado, não é repassado.

Vale lembrar que a Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Alagoas (Arsal) já havia estipulado, no decreto emergencial, que 50% da frota do transporte intermunicipal poderia operar nas cidades.



Compartilhe