Política

Prestes a perder o mandato por improbidade, Djalma Beltrão se mantém como pré-candidato em Piaçabuçu


Fonte: Redação com Já é Notícia

10/09/2020 14h50

O medo da justiça eleitoral não impede a vontade de se manter no poder do prefeito Djalma Beltrão (Republicanos) que já anunciou que é pré-candidato à reeleição em Piaçabuçu.



O prefeito foi condenado por improbidade administrativa em 2010 e o processo vem se arrastando desde então. No dia 01 de setembro de 2020 saiu mais uma decisão sobre o caso, onde pela segunda vez consecutiva foi rejeitado liminarmente o recurso apresentado contra a condenação do prefeito. Com essa recusa da justiça eleitoral, Djalma Beltrão pode nem chegar a concluir o mandato atual, mas ele insiste em lançar nome para o pleito de 2020.

De acordo com o processo, o gestor foi condenado a perda da função pública que esteja exercendo, suspensão de direitos políticos por três anos, proibição de fechar contratos com o Poder Público e de receber benefícios fiscais pelo prazo de três anos. E ainda há o pagamento de multa civil no valor de uma remuneração.



Compartilhe