Política

Eleições 2020: Quem assumirá o comando de Arapiraca a partir de 2021?


Fonte: Redação

18/09/2020 08h07

As eleições 2020 para prefeito de Arapiraca prometem ser um divisor de águas na história do município. Ainda em luto pelo falecimento de Rogério Teófilo, gestor que articulava sua reeleição e já com base na Câmara de Vereadores reforçada, a população arapiraquense é novamente surpreendida com a implosão do diretório municipal do MDB, partido que não deverá apresentar candidatos para concorrer ao Poder Executivo municipal. Sem Rogério Teófilo, carente da figura de Célia Rocha (que declarou-se aposentada da política) e atônita com o impasse que atinge Luciano Barbosa e Ricardo Nezinho, o espaço no coração do eleitorado arapiraquense está aberto para Fabiana Pessoa, Tarcizo Freire, Gilvânia Barros, Hector Martins, Claudio Canuto e Lindomar Ferreira, nomes oficializados nas convenções partidárias.
O ato que oficializa quem representará cada sigla, seja para concorrer na majoritária ou na proporcional, foi encerrado na quarta-feira, 16, segundo o calendário eleitoral brasileiro.


Mulheres
E como se sabe, quem está no comando da prefeitura leva vantagem. Neste caso, Fabiana Pessoa está alguns passos mais próxima de conquistar o próximo mandato, agora no topo desde o início. Com apoio de seu irmão, o deputado federal Severino Pessoa (que já demonstra desenvoltura em Brasília, principalmente junto ao governo), a prefeita é o nome do Republicanos para a campanha que tem como aliados o PSD, o Avante e o PSL, partido que indicou o empresário Everton Santiago como vice de Fabiana.
Outra mulher que tenta ocupar o lugar que já foi de Célia Rocha é a vereadora Gilvânia Barros. Depois de quatro mandatos consecutivos na Casa de Herbene Melo, ela mira na principal sala do centro administrativo da Prefeitura de Arapiraca. Amparada em sua atuação na Câmara de Vereadores e nas instituições de acolhimento que apoia, além de outras ações legislativas, Gilvania compôs a chapa do Solidariedade com o maestro Marcos Sena, também filiado ao mesmo partido.
Outra figura já conhecida do eleitorado arapiraquense e também que se apresenta como candidato majoritário é o ex-vereador e atual deputado estadual Tarcizo Freire. Nome de forte apelo popular, responsável ainda por trabalhos de assistência social, o político de vida pública no legislativo aliou-se ao médico e ex-vereador Nélson Brandão para compor a chapa do Partido Progressistas com apoio das siglas PDT, PRTB, DC e PSC.
Experiente, Tarcizo Freire chega com a aliança da família Houly, do ex-deputado Cícero Valentim e do empresário Jorge do Posto, líderes da coligação para a candidatura majoritária.
Já os advogados Hector Martins e Claudio Canuto são estreantes na disputa para prefeito de Arapiraca. Claudio tem como vice o policial civil Abelardo Silva, chapa do Patriota, sigla sem aliados para majoritária. Da mesma forma, o partido Cidadania se apresenta ao eleitorado com Hector Martins e o professor Edson Cavalcante, atual presidente do Rotary Arapiraca.
A única chapa que se identifica a ala ideológica da esquerda apresenta o servidor público Lindomar Ferreira para as eleições 2020. Ele foi indicado pelo PSOL como candidato a prefeito, em mais um chapa ‘puro-sangue’, junto com Alice Kelly da Silva Santos, sobrinho da inesquecível deputada Ceci Cunha.
Por falar em Ceci Cunha, uma das melhores referências do PSDB alagoano, vale lembra que o partido tucano não terá candidatos nas eleições deste ano em Arapiraca, apesar da projeção alcançada pelo senador Rodrigo Cunha, filho de Ceci, que liberou os correligionários para apoiar qualquer candidato.
Como foi dito, lá no início, esta eleição pode ser um marco na história de Arapiraca.

 



Compartilhe