Política

Em meio à crise que afeta municípios alagoanos, Prefeitura de Arapiraca valoriza funcionários e antecipa o 13º


Cinara Correa
Fonte: Redação

11/10/2017 11h31

Enquanto 30 municípios alagoanos estão adotando medidas enérgicas, como a demissão de funcionários, devido à redução no repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), a Prefeitura de Arapiraca está optando pela valorização do servidor. Esta, pelo menos, foi a opção do prefeito Rogério Teófilo que, desde que assumiu a gestão da cidade, em janeiro, está priorizando o pagamento de salários, arcando, inclusive, com dívidas herdadas da gestão da ex-prefeita Célia Rocha. “Além de quitarmos débitos da gestão passada, ainda conseguimos antecipar o décimo terceiro salário; essa foi a minha prioridade: a valorização do funcionário, através do pagamento dos salários sempre dentro do mês; este, para mim, é o nosso maior investimento”, assegurou Teófilo.

 Sobre a denúncia que está sendo apurada pelo Ministério Público de Alagoas, de utilização de veículos do PAC 2 para suposto uso particular de um deputado estadual, o prefeito disse que já determinou a abertura de um inquérito administrativo interno, para investigar responsabilidades de participação de algum secretário da sua administração.

Lisura – Desde a semana passada, técnicos da Fundação Getúlio Vargas (FGV) estão orientando profissionais das secretarias de Saúde, Educação e Finanças, sobre a melhor maneira de administrar essas pastas, a fim de evitar problemas no futuro. “Queremos administrar com a melhor lisura; estamos mostrando aos vereadores e aos nossos secretários, com a maior transparência, tudo o que está sendo realizado e o que será feito no nosso município. Tenho certeza que o nosso trabalho começará a ser valorizado a partir do próximo ano”, finalizou.



Compartilhe