Política

Traipu: o mais novo sucesso de gestão inova como modelo em AL


Fonte: Elisana Tenório

17/11/2017 12h03

Um município do agreste alagoano começa a se destacar pelo empreendedorismo de sua gestão. Localizado a 188 quilômetros de Maceió, Traipu deixou de lado os escândalos políticos e policiais de anos passados e, desde janeiro último, passou a despontar na mídia com uma série de notícias positivas. A boa safra começou desde que o procurador de Justiça licenciado, Eduardo Tavares, assumiu o Executivo Municipal e iniciou várias frentes de trabalho que engloba infraestrutura, salários pagos dentro do mês trabalhado, segurança pública impecável, troca de rede de água, agricultura familiar sustentável, fim do lixão, investimento no turismo local e muito mais.
Assim que assumiu o cargo, o prefeito Eduardo Tavares enxugou a máquina e colocou a folha de pagamento em dia. Até hoje, todo o funcionalismo público – efetivos, comissionados e serviço prestado – recebe seus salários dentro do mês trabalhado. Em paralelo, o gestor iniciou o recolhimento sistemático do INSS e do IR de cada servidor.
Na contramão da crise financeira que assola o País, os 450 professores efetivos, além de alguns contratados pela rede municipal, receberam, já em maio, aumento salarial de 7,64% na data-base, que foi repassado em única vez.
“Os professores precisam ser valorizados! Com esse sentimento, fizemos as promoções da categoria, pagamos o sexto de férias e estamos investindo em capacitação. Não abrimos mão de merenda de qualidade e da frequência assídua do docente em sala de aula. Não temos débitos com fornecedores e, em Traipu, garis, pedreiros, coveiros e outras categorias recebem bem mais do que o salário mínimo. Outro ponto a ser destacado é a economia que temos feito com combustíveis e com gastos em todas as áreas. Não existe mágica: a ordem é economizar! Esse comportamento nos possibilitou poupar e juntar recursos para o enfrentamento dos piores meses do ano em termos de arrecadação”, explicou Eduardo Tavares.

 

Obras estruturantes


Em uma rápida passada por Traipu, é possível constatar que a cidade se transformou em um imenso canteiro de obras. Uma delas é fruto da parceria estabelecida com a Casal. Através desse convênio, toda a rede de abastecimento de água, que antes era de amianto, está sendo substituída por um moderno sistema de tubos de PVC.
Outra obra de infraestrutura é a reurbanização da parte urbana de Traipu. A Secretária Municipal de Obras está substituindo todo o calçamento das ruas, instalando uma nova iluminação, construindo uma fonte luminosa, reformando os banheiros do mercado público e os prédios públicos. “Não há segredo. Isso tudo está sendo possível graças a austeridade econômica que implantamos em Traipu”, resume Eduardo Tavares.
A encantadora história de Traipu, que se torna ainda mais charmosa com a presença do Rio São Francisco, não foi esquecida pela equipe da prefeitura. A cidade está sendo embelezada para também se transformar em um forte destino turístico. A Secretaria Municipal de Cultura e Turismo irá instalar oficialmente o Museu Ambiental Casa do Velho Chico - que já está funcionando -, e, tão logo o centro histórico fique pronto, também será inaugura o Museu do Império, onde Dom Pedro I se hospedou.

E as ações não param. A adutora de água do Povoado Bom Jardim também está sendo ampliada. O prefeito Eduardo Tavares inaugurou uma cozinha comunitária para ficar à disposição da população mais carente. Ele também reformou postos de saúde, como o localizado no Povoado Vila São José.
Com relação a zona rural do município, a meta, agora, é inaugurar, até o final deste ano, em parceria com a Casal, o sistema de encanação de água dos povoados Vila São José, Baixios, Marcação e Patos.

 

Fim do Lixão


Semana passada, Eduardo Tavares procurou o presidente do Instituto do Meio Ambiente de Alagoas (IMA/AL), Gustavo Lopes, na sede do órgão, em Maceió, para oficializar o fim do lixão.
Na ocasião, ele explicou que a área urbana onde funcionava o lixão foi aterrada e, no local, foi construído um pequeno canal de segurança para evitar que qualquer líquido desça. Nas proximidades do antigo lixão será construída uma área de transbordo. A cada dois dias, caminhões da Prefeitura de Traipu transportarão o lixo para o município de Craíbas.
Os primeiros carregamentos para o Conagreste já foram iniciados.
O próprio prefeito procurou os órgãos ambientais e o Ministério Público, onde foi firmado um TAC. “É inadmissível que em pleno Século XXI ainda tenhamos lixões a céu aberto” disse o prefeito Eduardo Tavares que, na oportunidade, aderiu ao programa “Alagoas Mais Verde”, do IMA.

Agora, a Prefeitura iniciará as obras de recuperação, com o plantio de plantas nativas. A conclusão do reflorestamento da área está prevista para este ano, com uma solenidade festiva, que terá a participação de diretores do IMA.

 

Zero assassinato


É possível afirmar que Traipu, hoje, é uma das cidades mais tranquilas, seguras e pacíficas de Alagoas, graças ao excelente trabalho desenvolvido pelo secretário municipal de Segurança Pública, coronel Marcos Pinheiro, que, junto à Guarda Municipal, conseguiu zerar os crimes de homicídio.

De janeiro deste ano, quando o prefeito Eduardo Tavares assumiu o cargo, até agora, nenhum homicídio e nenhum assalto foi registrado no município. “No dia de pagamento do funcionalismo público municipal, nós garantimos a segurança da população. Eu mesmo faço questão de acompanhar o trabalho das polícias me fazendo presente nos pontos estratégicos de segurança. Temos uma cidade milimetricamente monitorada por câmeras de segurança de última geração. Estamos ampliando o sistema de monitoramento, levando-o para o interior. Estamos, também, construindo um grande portal na divisa de Traipu com Girau do Ponciano, facilitando, assim, mais eficiência na segurança em nossa principal via de acesso”, revelou Eduardo Tavares

Aos poucos e de forma contínua, Traipu está sendo transformado em um novo município, que possui, dentre outros méritos, Códigos de Ética e de Conduta do Servidor Público - regulamentados a Lei de Acesso à Informação - LAI -, e um verdadeiro portal da transparência à disposição da sociedade. 


 “Do Ministério Público, eu levei para a prefeitura a experiência de quem já administrou, em duas oportunidades, uma instituição pública. É preciso saber lidar com os recursos públicos e aplicá-los de forma eficiente e eficaz, ou seja, temos que obter os resultados almejados.  Para finalizar, somente uma palavra define a minha gestão nesses 10 meses de governo, em um município tão complexo e com um histórico tão ruim: ousadia. É preciso saber ousar!”, afirmou Eduardo Tavares.



Compartilhe