Política

Rogério Teófilo antecipa aumento salarial dos servidores municipais


ERICK BALBINO
Fonte: Assessoria

26/02/2018 10h27

O prefeito Rogério Teófilo sancionou na quinta-feira (15) o Projeto de Lei enviado à Câmara de Arapiraca, antes do carnaval, com o objetivo de conceder reposição salarial de 2,95% aos servidores públicos municipais, já em fevereiro. Na prática, é um reajuste antecipado e inédito, já que foi o primeiro prefeito a implantar o aumento, antes mesmo do Governo do Estado.

O reajuste foi concedido de acordo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), fixado nos 2,95% em 2018, como mencionado. O aumento incidirá sobre todos os vencimentos de efetivos, aposentados e pensionistas.

“Outra boa notícia diz respeito aos que recebiam salário abaixo do mínimo que a partir de agora vão receber o salário mínimo aplicado nacionalmente, com o reajuste já anunciado pelo Governo Federal”, informou o prefeito Rogério Teófilo.

Educação - Quanto aos servidores da Educação, o prefeito garantiu o aumento de acordo com o piso nacional da categoria de 6,81%, no mês de abril, que marca a data-base. “O reajuste vai beneficiar todos os trabalhadores da educação em todos os níveis, além de aposentados e pensionistas”, disse Teófilo, que manteve a promessa de avisar aos sindicatos, sobre os aumentos, antes de divulgar na imprensa.

Além do alinhamento das finanças, a prefeitura também investe na modernização da gestão. Uma parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV) tem como foco trabalhar os processos internos e o monitoramento voltado para resultados. “Administrar significa tomar decisões baseadas em dados concretos. Conceder reajuste agora, com a crise que assola o país, só foi possível graças a um ordenamento interno, que também passa pelo reordenamento funcional”, explica o prefeito.

Ele também fez questão de explicar os boatos espalhados em redes sociais sobre a contratação da FGV. Segundo ele, trata-se de um convênio e como a Fundação não possui fins lucrativos não necessita de licitação. Outro dado repassado de forma tendenciosa, dizia respeito aos valores envolvidos.

O prefeito esclareceu que não existe valor a ser pago mensalmente. O valor global já divulgado pela própria prefeitura é anual e será ressarcido aos cofres públicos a partir do retorno de investimentos resultantes do próprio convênio.

Teófilo diz que tudo está sendo feito dentro da legalidade e da transparência, inclusive a reposição salarial que vai injetar mais recursos na economia local, só foi possível graças ao investimento em planejamento e gestão.

“Estamos fazendo um grande ajuste fiscal e também nas contas públicas, reduzindo em 5 pontos percentuais o índice da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), de aproximadamente 57% para 52%. Isso significa que ainda estamos dentro dos limites prudenciais, mas com planejamento conseguimos conceder a reposição das perdas inflacionárias, o que vai permitir ao servidor continuar honrando seus compromissos pessoais”, afirmou o prefeito ao Jornal de Arapiraca.



Compartilhe