Política

Democracia do Brasil empurrada para o Abismo


Carlo Bandeira
Fonte: Redação

09/03/2018 10h31

Este, acima, é o título de matéria veiculada pelo mundialmente conhecido The New York Times, que emite sua opinião sobre o atual cenário da nossa República Federativa do Brasil.

Em que pese a hegemonia, econômica-cultural, que tenta impor ao mundo, suas diretrizes e condutas, houve um reconhecimento que se coaduna com opiniões dos mais diferentes continentes a respeito das condutas do nosso judiciário e da cúpula dos nossos políticos.

 

Trechos da matéria: por  Mark Weisbrot

WASHINGTON - A regra da lei e a independência do judiciário são realizações frágeis em muitos países - e susceptíveis a reversões bruscas.

 

“O Brasil, o último país do mundo ocidental a abolir a escravidão, é uma democracia bastante jovem, tendo surgido da ditadura há apenas três décadas. Nos últimos dois anos, o que poderia ter sido um avanço histórico.

Essa democracia pode ser mais corroída quando um tribunal de apelação de três juízes, decidir se a figura política mais popular do país, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva do Partido dos Trabalhadores, será impedido de competir nas eleições presidenciais de 2018 , ou mesmo preso.

Não há muita pretensão de que o tribunal seja imparcial. O presidente do painel de apelação já elogiou a decisão do juiz de condenar, o Sr. da Silva(Lula) por corrupção, como “ tecnicamente irrepreensível “, e o chefe de gabinete do juiz postou em sua página no Facebook uma petição

pedindo a prisão do Sr. Silva(Lula)”.

O juiz do julgamento, Sérgio Moro, demonstrou seu próprio partidarismo em numerosas ocasiões. Ele teve que pedir desculpas ao Supremo Tribunal em 2016 por divulgar conversas telefônicas entre o Sr. da Silva e a presidente Dilma Rousseff, seu advogado e sua esposa e filhos.

O juiz Moro organizou um espetáculo para a imprensa em que a polícia apareceu na casa do Sr. da Silva e levou-o para interrogatório - apesar de o Sr. da Silva ter dito que iria denunciar voluntariamente para interrogatório.

A evidência contra o Sr. da Silva(Lula), está muito abaixo dos padrões que seriam levados a sério, por exemplo, no sistema judicial dos Estados Unidos”.

- O texto faz referência ao Partido dos trabalhadores como algoz da abertura investigatória que se procedeu no governo do PT, que ele mesmo teria incentivado. Porém entende-se tal opinião quando advinda dos Estados Unidos. O que chama a atenção é a defesa feita em favor do srº Silva, o conhecido presidente Lula.

Contudo, o que está em jogo é o direito fundamental da nossa Carta Magna. O mundo inteiro nos abre os olhos com relação ao fato da nossa indefesa pátria.

As elites que nos representam mais parecem bandos de urubus, que faz da nossa condição de povo, uma lixeira.

Quando virá a justiça final para repor à mesa os nossos direitos e garantias, o que o mundo inteiro está vendo ser consumida pelos abutres dos Poderes patrióticos da nossa ferida Pátria-Nação, Brasil.



Compartilhe