Política

Manifestantes bloqueiam rodovias no interior de Alagoas contra a prisão de Lula


Fonte: G1 Alagoas

11/04/2018 10h34

Integrantes de movimentos sociais e agrários bloqueiam trechos de rodoviais federais e de uma estadual em Alagoas. Eles protestam em defesa da democracia e contra a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Os bloqueios começaram por volta das 8h e são encabeçados pelo Movimento Via do Trabalho (MVT) e Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

BR-101, entre Junqueiro e Teotônio Vilela: cerca de 100 manifestantes, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF). A organização do movimento diz que são 200 pessoas.
BR-316, em Atalaia: cerca de 50 manifestantes, segundo a PRF. A organização informou que são 200 manifestantes.
AL-220, em Piranhas: a polícia ainda não tem informação do número de manifestantes. A organização diz que são 200.
BR-104, em União dos Palmares: cerca de 100 manifestantes, segundo a PRF. Segundo a organização, eram 200 manifestantes. A rodovia foi liberada às 10h.
"Hoje é mais um importante dia de luta em todo o país na defesa do presidente Lula, preso injustamente sem nenhuma prova contra ele. O povo está mobilizado, em alerta e em resistência no campo e na cidade contra os ataques dos golpistas em nossa democracia", disse José Neto, da direção nacional do MST.

Equipes da PRF acompanham os protestos e orientam aos motoristas que usem vias alternativas para não acabarem presos no congestionamento.

Na BR- 101, a rodovia foi bloqueada na altura do km 179, no assentamento Nova Jericó.

Segundo a PRF, os manifestantes atearam fogo a pneus para bloquear as rodovias.

O 9º Batalhão de Polícia Militar (9º BPM) informou que o bloqueio em Piranhas fica depois de Olho D'água do Casado, em direção ao povoado Piau.



Compartilhe