Política

Deputado Tarcizo Freire vota a favor pela derrubada do veto que prejudica professores


Fonte: Assessoria

11/04/2019 08h09

Na sessão ordinária desta quarta-feira (10), o Plenário manteve veto do Executivo ao projeto de rateio das sobras de recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

Dezoito parlamentares se fizeram presentes, apesar do número favorável, apenas 10 deputados votaram pela derrubada do veto e a favor dos trabalhadores do magistério estadual, entre eles, o deputado estadual Tarcizo Freire (PP).

“Sabemos que o veto é ilegal e prejudica a classe, por isso meu voto é a favor dos profissionais da educação”, disse o parlamentar.

Seis votaram contra, mantendo assim, o veto parcial do Governo do Estado ao Projeto de lei nº 01/2019, que dispõe sobre o rateio das sobras de recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação - Fundeb com os servidores em efetivo exercício no magistério da educação básica e dá outras providências.

Durante a sessão de votação, 09 deputados ausentes, dois estiveram em plenário, mas não votaram. A diretoria do Sinteal, acompanhada da base da categoria, também marcou presença.

Segundo Girlene Lázaro, diretora do Sinteal, a luta continuará e o sindicato vai manter o processo de judicialização do caso.



Compartilhe