Política

Sinteal: “volta de Moral e Cívica é retrocesso”


Fonte: Tribuna Independente / Carlos Amaral

03/07/2019 10h00

O vice-presidente da República Hamilton Mourão (PRTB) afirmou, no último dia 28, que o Ministério da Educação (MEC) avalia a possibilidade e a forma do retorno da disciplina Moral e Cívica à matriz curricular do país. Para a presidenta do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Alagoas (Sinteal), Consuelo Correia, a medida seria um retrocesso.

“Processos educacionais devem sempre estar em evolução e sempre a serviço da formação crítica dos estudantes. Voltar com uma disciplina de uma época como aquela [ditadura de 1964] é um retrocesso”, afirma a educadora.

Consuelo Correia ressalta que não se trata de ser contra o ensino sobre os símbolos nacionais, mas o de pautar o ensino com questões mais centrais do dia a dia.

“Precisamos de conteúdos mais pertinentes na grade curricular para formar cidadãos críticos e que possam entender o que ocorre em nosso país, para ter leitura de mundo”, diz.

Segundo ela, é preciso que conteúdos e disciplinas ofertadas nas escolas acompanhem sua temporaneidade.

“Qualquer componente curricular, independente de ser Moral e Cívica, daquela década para cá já tomou outra dinâmica com a evolução da ciência e dos códigos de linguagem. Jamais vamos resgatar algo daquela época para reproduzir agora. Hoje criticamos o formato de aula, com estudantes enfileirados, lousa etc. Esse formato não prende a atenção do alunos, é preciso outro olhar para trabalhar a educação”, afirma Consuelo Correia.

DESMANCHE

Hamilton Mourão também ressaltou a complexidade do MEC para desfazer as políticas do órgão.

“Não se desmancha tudo que existe lá da noite para o dia. Tem que ser um trabalho bem organizado”, disse o vice-presidente ao defender a volta da disciplina porque estudou uma similar nos Estados Unidos. “Vi uma matéria chamada civics, que era exatamente ensinar a Constituição, formação da nacionalidade, todas as coisas que eram ensinadas em Educação Moral e Cívica”.



Compartilhe