Política

Falta de respeito: População demonstra indignação com atitudes da Equatorial em Arapiraca


Fonte: Diário Arapiraca

10/01/2020 13h45

Após inúmeras reclamações a respeito da Equatorial, que não demonstra o mínimo de respeito pelos clientes, a Equatorial se posicionou através de nota sobre como funciona a suspensão de fornecimento de energia elétrica.

Nota de esclarecimento: procedimento para corte da energia por inadimplência

A Equatorial Energia Alagoas esclarece que o corte de energia por inadimplência é realizado de acordo com as diretrizes estabelecidas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), dispostos nos artigos 172 e 173 da resolução 414. A partir de uma conta em atraso já é possível ter a energia cortada pela Equatorial. Porém, antes da suspensão, é enviado um reaviso de débito para todos os clientes que estão inadimplentes, informando a fatura vencida e o prazo regulado de 15 dias para suspensão de fornecimento. Essa notificação pode ser enviada na fatura seguinte ou em um comunicado avulso. O corte só ocorre após a data informada no reaviso.

A Equatorial esclarece ainda que se o cliente fizer o pagamento da conta após o prazo informado no reaviso, é necessário deixar a fatura com o referido comprovante de pagamento no imóvel, pois a compensação bancária e baixa no sistema podem levar até 48 horas. Dessa forma, se a equipe chegar no local, a conta deve ser apresentada de imediato, evitando assim a suspensão do fornecimento.

Em caso de dúvida, os clientes podem entrar contato com a empresa indo a um dos postos de atendimento presenciais ou através da Central no telefone 0800 082 0196. Em Arapiraca, a agência fica localizada na Rua Marechal Floriano Peixoto, 772 (por trás da escola Quintela Cavalcante), no horário das 8h às 17h

Nesta sexta-feira (10), por exemplo, uma ouvinte do Show de Notícias que mora no Vale da Perucaba disse que diariamente cinco carros da empresa ficam rondando o conjunto habitacional. "Em alguns casos a conta mal chegou e uma equipe da empresa já está na porta da casa da pessoa para cortar a energia", falou. 

Em uma outra situação, um professor teve a sua energia cortada com menos de 15 dias de atraso, correu atrás de pagar a conta e a Equatorial passou cinco dias para religar a energia. 

Uma outra ouvinte, a Luciana, moradora do bairro Verdes Campos, afirmou durante o Show de Notícias que técnicos da empresa foram cortar a energia de sua casa sem ao menos baterem na porta ou qualquer outro tipo de comunicação. Detalhe, ela está com todas as contas em dia. "Isso não existe, minha filha está gripada e precisava tomar inalação, mas ficou sem", falou indignada. 

Mas como é possível ver na nota, a Equatorial afirma que antes da suspensão é enviado um reaviso de débito para todos os clientes que estão inadimplentes, informando a fatura vencida e o prazo regulado de 15 dias para suspensão de fornecimento. Essa notificação pode ser enviada na fatura seguinte ou em um comunicado avulso

Só que como os próprios ouvintes da Rádio 96 FM Arapiraca relatam diariamente ao vivo, não é isso que tem acontecido em Arapiraca. 



Compartilhe