Saúde

“Imunização tem estabilizado ocupação da rede hospitalar”, diz Ayres


Fonte: Redação com Assessoria

06/04/2021 14h40

 

Em mais uma reunião on-line, coordenada pela Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), o secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, voltou a tratar sobre o avanço da imunização contra a Covid-19.
No encontro com os gestores municipais, ocorrido nesta segunda-feira (5), ele destacou que já existe uma estabilização na ocupação de leitos na Rede Hospitalar Pública, bem como, uma notável redução no número de casos.
Para o titular da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), o atual cenário epidemiológico é resultado da soma de esforços que vem sendo empreendida pelo Governo de Alagoas, com as medidas que retornaram o Estado à Fase Vermelha de Distanciamento Social Controlado, em conjunto com o trabalho realizado pelos municípios, que têm atuado na aceleração da vacinação.
“Com o esforço do Governo de Alagoas, com a parceria e apoio das prefeituras alagoanas, já estamos sentindo uma melhora significativa na vacinação contra a Covid-19. Já estamos presenciando uma estabilização na ocupação hospitalar na rede exclusiva que atende pacientes com a Covid-19, e os números de casos da doença continuam crescendo, mas, numa proporção muito menor a que identificamos há 15 dias”, informou o secretário Alexandre Ayres aos gestores municipais.
Segundo boletim de leitos divulgado no domingo (4) pela Sesau, a ocupação geral na Rede Hospitalar Pública para Covid-19 está em 57%. Alagoas conta com 1.338 leitos, sendo 370 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), 55 Intermediários, 913 Clínicos e 425 leitos estão equipados com respiradores.
Plano Estadual de Imunização – Alexandre Ayres reforçou a necessidade de os municípios alagoanos continuarem seguindo as recomendações do Plano Estadual de Vacinação para que a imunização em Alagoas continue ocorrendo de forma organizada.
“Algumas decisões municipais podem trazer desequilíbrios e atrapalhar o nosso objetivo final, que é a imunização da nossa população. Nosso atual cenário de vacinação aponta que estamos finalizando a imunização dos idosos a partir de 60 anos”, informou o secretário.

 



Compartilhe