Esportes

CSA enfrenta o Vasco no Rei Pelé



21/07/2021 14h28

O CSA vai enfrentar o desafio de conquistar pelo menos seis pontos nos próximos jogos em casa. Nesta quarta-feira (21), o primeiro adversário será o Vasco, o CSA conta com a vantagem de jogar no Rei Pelé, às 21h30, pela 13ª rodada da Série B. 

Ney Franco está observando as peças para montar sua base titular. Em dois jogos, fez variações táticas, mexeu em quase todos os setores da equipe, e espera ainda que o time marujo tenha um padrão para jogos em casa e fora. No Rei Pelé, o time foi mais ofensivo no segundo tempo contra o Goiás. Criou, pressionou, mas não fez gol na última quarta. No jogo de sábado, contra o Operário-PR, o CSA esperou mais o adversário no campo de defesa e ameaçou em contra-ataques e finalizações de longe. Com um gol em cada tempo, venceu por 2 a 0 fora de casa, mas apresentou dificuldades ofensivas.

O atacante Reinaldo entrou aos 19 do segundo tempo, no lugar de Bruno Mota, aproveitou bem a chance e se colocou como opção para o jogo de quarta contra o Vasco. Ele caiu mais pela ponta esquerda, fez um bonito gol e chamou atenção de Ney Franco, que ainda tenta achar uma peça para o setor. Contra o Operário, o CSA teve três contra-ataques para fazer o segundo gol. Perdeu uma chance clara com Yago, no primeiro tempo, e outra com Gabriel, no segundo, mas Reinaldo não desperdiçou. Cortou para dentro e bateu bem, de perna direita.

Iury Castilho, ainda com o técnico Bruno Pivetti, fez bons jogos pela ponta esquerda, com muita força física, chegou a marcar dois gols contra o Cruzeiro, mas se machucou e não atuou nos últimos jogos. Marco Túlio foi testado ali e não deu certo. Silvinho também foi, mas acabou dispensado.

Na ponta direita, a disputa também está aberta. Yago não foi bem contra o Operário e abriu espaço até para a entrada do lateral-direito Ewerthon no ataque. Ele jogava assim no Sport. Bruno Mota é uma opção, mas não jogou bem no último sábado. Nos últimos jogos, chamou mais atenção quando Dellatorre estava suspenso e ele fez a função de falso 9.

Ney Franco busca equilíbrio. Contra o Operário, ele segurou os laterais no campo de defesa. Kevyn não subiu, e o volante Yuri foi deslocado para a direita justamente para aumentar o poder de marcação. Foi elogiado pelo técnico e pode ser mantido para o jogo de quarta.

O lateral-esquerdo Ernandes, ex-Mirassol, foi regularizado e virou opção para o próximo jogo. Ele começou a treinar pelo CSA na semana passada e se tornou uma sombra para Kevyn.

Suspenso, o goleiro Thiago Rodrigues vai ser substituído por Lucas Frigeri na próxima rodada. Desta forma, uma formação possível do CSA contra o Vasco tem: Lucas Frigeri; Yuri, Lucão, Matheus Felipe e Kevyn (Ernandes); Geovane, Gabriel e Renato Cajá; Reinaldo, Ewerthon (Bruno Mota) e Dellatorre.

 

Fonte: Redação com Tribuna Hoje



Compartilhe