Nacional

RENAN FILHO DIZ ESTRANHAR VETO DA ANVISA SOBRE A VACINA RUSSA



27/04/2021 10h52

 

A Anvisa rejeitou, na noite de ontem, segunda-feira, 26, a importação e o uso da vacina Russa Sputnik V no Brasil. A compra da vacina solicitada por estados e municípios, como forma de compra independente, para dar agilidade na imunização da população.

Os cinco diretores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) rejeitaram, por unanimidade, a importação e o uso da vacina russa. Segundo o diretor da Anvisa, Alex Machado Campos, que é o relator do pedido, o imunizante pode trazer riscos à saúde.

O órgão apontou falhas e pendências na documentação apresentada pelo fabricante. Ele se baseou em pareceres técnicos de três gerências da Anvisa, que fizeram uma apresentação no início da reunião.

Na manhã desta terça-feira, 27, o governador de Alagoas, Renan Filho publicou em suas redes sociais uma mensagem afirmando estranhar o veto.

"A decisão da Anvisa sobre a vacina Sputnik V causa um sentimento de decepção em Alagoas e em todo o nordeste. Com todo respeito à Anvisa, devo expressar também estranheza ao veto".

Renan filho ainda ressaltou que a Sputnik V já foi aprovada e está sendo aplicada em dezenas de países. "Tem ainda o aval do próprio comitê científico do Nordeste. Assim, fica difícil entender a recusa da agência brasileira nesta emergência", publicou.

Ele ainda completou, "não posso sequer imaginar que a questão esteja sendo politizada, seria inaceitável. Continuarei lutando para trazer a Sputnik V. A população precisa da vacina, principalmente de agilidade do governo federal para fazê-la chegar ao braço das pessoas".

Fonte: Já é Notícia 


Compartilhe