Polícia

Justiça arquiva inquérito policial e inocenta radialista Michel Torquato


Fonte: Redação

13/05/2022 15h47

Nesta sexta-feira, 13, o radialista Michel Torquato, e os advogados Eliseu Cavalcante e Clerisvaldo Dionísio Rocha concedeu uma entrevista para rádio 96 FM, para confirmar o inquérito policial.  O radialista estava bastante emocionado e relatou que foi vítima de fake news e de difamação.

De acordo com o advogado Eliseu Cavalcante, a decisão foi proferida pelo juiz da 8ª Vara Criminal, Helestron Silva Costa, que acatou a solicitação do Ministério Público.

A denúncia de abuso sexual repercutiu devido o compartilhamento em grupos do WhatsApp, onde foi divulgado um print onde, supostamente, o radialista estaria assediando uma menina de 13 anos, fato esse que não foi provado.

De acordo com a decisão, "não foi encontrada conduta típica apta a ensejar a persecução penal". Ou seja durante o processo investigativo não foram encontradas provas contra o réu.



Compartilhe