Política

Renan diz que governo está apavorado com relatoria da CPI da Covid-19



25/04/2021 17h11

O senador Renan Calheiros (MDB), se nada atrapalhar os seus planos, nem o do seu partido, deverá ser eleito o relator na CPI da Covid na próxima terca-feira, 27.

O Palácio do Planalto tentou se aproximar do senador e Jair Bolsonaro ligou até para o governador Renan Filho para tentar o encontro com Calheiros, mas nada vingou.

Na mídia brasiliense, Renan Calheiros disse que o governo ainda trabalha para afastá-lo da função.

Para o senador, o governo está com medo de “véspera”.  -Não deveria ter medo de véspera, ficar apavorado. -Disse ele.

Aliados de Jair Bolsonaro alegam que Calheiros tem conflito de interesses por ser pai do governador de Alagoas, que pode vir a ser investigado no curso da comissão.

“Desde já me declaro parcial para tratar qualquer tema na CPI que envolva Alagoas. Não relatarei ou votarei. Não há sequer indícios quanto ao estado, mas a minha suspeição antecipada é decisão de foro íntimo”, disse o senador na sexta-feira (24), pelas redes sociais.

Renan afirmou que sempre deixou claro que se houvesse algo a investigar de Alagoas “designaria outro relator para o caso” e que sua declaração não significa “jamais” a retirada de sua candidatura. “Fiz isso para afastar qualquer hipótese de suspeição depois, como aconteceu com o [Sérgio] Moro”, declarou.

Fonte: é assim



Compartilhe