Política

Rodrigo Cunha garante emendas aos 102 municípios



20/07/2021 12h19

O TH Entrevista desta semana recebe o senador Rodrigo Cunha (PSDB) que faz um balanço dos dois anos e meio de mandato. Cunha disse que se dedicou bastante para trazer projetos e recursos para os 102 municípios alagoanos e antecipou que não descarta a possibilidade de se candidatar ao governo de Alagoas.

“São dois anos de atuação em Brasília, um mandato conquistado de maneira legítima pela população alagoana. E eu me dediquei bastante para chegar até aqui e ter o que contar. Nesse período assumi algumas responsabilidades em prol da população. Fui presidente da Comissão de Fiscalização Transparência e Defesa do Consumidor do Senador Federal – uma comissão muito importante, e atualmente presido a Comissão de Ciência e Tecnologia e isso não é por caso, e sim porque me dediquei bastante na comissão anterior e agora relacionado à tecnologia e ciência – temas que geram emprego e renda’’, comenta o senador.

De acordo com Cunha, neste período foram escolhidos temas prioritários para desenvolver projetos. “Pensando em Alagoas, que infelizmente é o estado com um índice alto de analfabetismo, cerca de 17% e ao olhar para isso, pensamos em iniciar trabalhando com as creches, mas não apenas mandando recursos para serem construídas – fizemos obras, construímos e trabalhamos destravando problemas burocráticos e jurídicos. Quando vejo uma dessas creches sendo entregues e recebendo 200, 300 crianças sabemos que é o futuro. Além disso, fazendo esse trabalho não pensamos apenas na educação, mas é a oportunidade das mães dessas crianças ter um local digno para deixarem seus filhos e irem trabalhar’’.

Rodrigo Cunha também cita que um trabalho relevante e recente que trata de uma lei sobre endividamento. “Cerca de 60% dos alagoanos estão super-endividados e agora eles contam com uma lei que vai permitir que essas pessoas possam reorganizar suas dívidas’’.

O senador por Alagoas também fala sobre sua atuação na pandemia. “Poucas pessoas sabem, mas assim que foi decretado pandemia comecei a receber muitas mensagens de famílias alagoanas que não estavam conseguindo trazer seus parentes para o estado porque os aeroportos estavam fechados  e a gente com seguimos articular com as embaixadas e trouxermos já no primeiro mês mais de 40 alagoanos que estavam espalhados pelo mundo e fora isso, lutamos para aprovar o auxílio emergencial, trazendo recursos também para os 102 municípios para comprar os equipamentos de proteção individual para os profissionais de saúde e inclusive liberação de recursos para as empresas que tiveram grande perdas por conta da pandemia e claro, atuando sempre para a compra das vacinas que de fato é a única saída para minimizar a situação causada pelo vírus e para que a sociedade volte ao ‘normal’’’.

 

Fonte: Tribuna Independente / Lucas França



Compartilhe