Política

Centrais convocam para ato em 2 de outubro contra presidente


Fonte: Brasil de Fato

24/09/2021 16h23

O país terá novos atos contra Jair Bolsonaro no próximo 2 de outubro. “Das ruas não nos retiraremos até libertar o Brasil deste presidente criminoso”, afirmam as centrais sindicais em convocação conjunta divulgada nesta quinta-feira (23). As manifestações, em todos os estados e no exterior, são um protesto “contra o caos” representado pela presença um “mitômano” (que tem compulsão em mentir) no poder. Apoiam a organização das manifestações as frentes Brasil Popular e Povo sem Medo, movimento estudantil, além de diversos partidos de oposição.

As entidades voltam a pedir o impedimento do presidente. “Em um país com 212 milhões de habitantes, cuja maioria, segundo todas as pesquisas, rejeita e desaprova Bolsonaro, é urgente que o Congresso Nacional atenda o clamor popular e acate a abertura de processo de impeachment para que Bolsonaro seja afastado e seus crimes apurados e julgados”, afirmam. “Já são mais de 130 pedidos engavetados na presidência da Câmara dos Deputados, enquanto o país afunda no lodo presidencial.”

Crimes contra os brasileiros

O ato é convocado por dezenas de entidades reunidas em frentes (Brasil Popular, Povo sem Medo e Fora Bolsonaro) e partidos políticos. “A voz das ruas tem que ser ouvida”, reivindicam. “E nós seremos essas vozes no 2 de outubro e em todas as datas que vierem. Até que Bolsonaro seja afastado para ser julgado pelos crimes que cometeu e comete diariamente contra os brasileiros.”



Compartilhe