Política

Ex-prefeito e atual de Boca da Mata são condenados por abuso de poder



12/01/2022 13h28

O ex-prefeito de Boca da Mata, Gustavo Feijó e seu sobrinho Bruno Feijó, atual gestor do município, foram condenados por prática de abuso de poder durante as eleições de 2020. A decisão foi proferida na segunda-feira, dia 10, pela juíza eleitoral Paula de Goes Brito Pontes.

A sentença condena Gustavo Feijó a pagar uma multa de mais de R$ 28 mil, ele também está proibido de ser candidato nos próximos 8 anos. Bruno deve pagar multa R$ 1.100, já que a magistrada não viu comprovações suficiente de sua participação nas ilegalidades eleitorais do tio.

Além de cadastros para distribuição de cestas básicas, na sentença são apresentadas diversas reformas realizadas no município em época eleitoral e divulgação de pesquisas com dados falsos, veja mais:

A decisão (veja aqui) cabe recurso e Gustavo e o sobrinho podem recorrer.

Fonte: Alagoasweb



Compartilhe