Política

Um cascudo do Almirante


Carlo Bandeira
Fonte: Jornal de Arapiraca

13/01/2022 05h16

Nunca vimos um país tão organizado para o descrédito, a falácia, o negacionismo, a falcatrua, a milícia e um mito desmistificado em muito pouco tempo.

O próprio exército se vê em pânico com a decepcionante escolha.

Temos pena do Mourão quando tem que explicar alguma situação patrocinada pelo Messias Bolsonaro.

O recado que o diretor presidente almirante da ANVISA deu foi inteligente e polidamente uma flecha atirada bem no peito da grossura, sem postura de cidadão, do amado Bolsonaro.

A resposta do almirante é que há de ressaltar aos olhos de quem lê. Pois, o texto, de entendimento fácil sem ser vulgar, poder de síntese sem que sintamos falta de mais alguma expressão que dedique toda a indignação de um cidadão e de avaliação moral de um impostor, é o que repousa nas nossas recolhidas aspirações de um futuro digno, conduzido por essa bazófia chamada um Brasil acima de tudo. Contudo, esse Brasil que existe na cabeça de todos do cercadinho, de fato, está esmagando tudo e Deus castigando a todos.

Um Brasil que não luta para conter uma crise que ele mesmo inventou, criou e alimenta todos os dias.

Pulamos para trás, da sexta economia do mundo, para seis posições acima; hoje somos a décima segunda “deseconomia” mundial.

As atitudes malévolas de um ser sem noção alguma, que entrega a outro aproveitador, Paulo Guedes, a gerência econômica de um país, tem que ser premiada, no mínimo, com chuviscos de incompetência.

É melhor o presidente do Brasil não insinuar mais nada contra servidores públicos. Pois já mostraram que têm muito mais compromisso, sabedoria e prestação de serviços que ele.

Parabéns, almirante, pela desenvoltura e honestidade que anda faltando em alguns…



Compartilhe