Política

Quem sobe onde? Minha gente, agora deu bom!


Carlo Bandeira
Fonte: Jornal de Arapiraca

09/06/2022 05h35

Esta seção editorial, na edição passada, já havia anunciado a possível pré-candidatura ao governo de Alagoas do ex-presidente e senador Fernando Collor de Mello, que hoje, de fato, tornou-se um pré-candidato com patrimônio eleitoral a ser conferido.

De fato, o quadro mudou, e mudou por demais. Ou não?

No cenário nacional, o nosso estado está montando os palanques de seus presidenciáveis.

Paulo Dantas terá o Lula; Rui Palmeira ensaia a subida de Ciro Gomes; Rodrigo Cunha, mesmo apoiado por Lira, o Arthur, não acena para Bolsonaro, contudo, tem na aliança montada pelo PSDB e MDB, um entrave nessa escolha. Com certeza poderia ser o ex-governador Eduardo Leite, do Rio Grande do Sul, mas, sabe-se lá. Coisas do PSDB.

Existem outros pré-candidatos ao governo estadual, de menor repercussão.

Todavia, um nome mexeu o caldo da tigela. Justamente pelo presidenciável que vai subir em seu palanque; Jair Messias Bolsonaro, que haverá, ainda, de se confirmar.

Com isto posto, já sabemos de quem estamos falando. Dele mesmo; Fernando Collor.

As pesquisas divulgadas semana passada, ainda não tem o seu nome avaliado. Mesmo tendo perdido a eleição para governador em 2010, concorrendo com Ronaldo Lessa, e a reeleição de Teotonio Vilela Filho, Collor vem para cima trazendo na bagagem o antagonista de Lula, presidenciável que navega na primeira colocação nas últimas pesquisas.

Paulo, Rui, Rodrigo, e Fernando, são de fato os postulantes ao cargo de governador, cada um com o seu presidenciável.

Que venha a campanha eleitoral!



Compartilhe