Política

Em pronunciamento, Ciro se diz ‘vítima’ de campanha para retirar candidatura


Fonte: G1

26/09/2022 13h24

O candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, fez um pronunciamento nesta segunda-feira (26/09) em São Paulo no qual fez críticas ao ex-presidente Lula (PT) e ao presidente Jair Bolsonaro (PL), criticou a tese do chamado “voto útil” e se disse “vítima” de uma “campanha virulenta” que tenta, segundo ele, retirar sua candidatura.

Ciro Gomes aparece em terceiro lugar nas pesquisas de intenção de voto divulgadas pelos institutos desde o início da campanha eleitoral. Nas últimas semanas, apoiadores de Lula e de Ciro passaram a defender que eleitores do candidato do PDT migrem para o candidato do PT para que Lula vença já no primeiro turno.

Levantamento Datafolha divulgado na semana passada, por exemplo, mostrou Ciro com 7% das intenções de voto, atrás de Lula (PT), que apareceu com 47% das intenções, e Jair Bolsonaro (PL), com 33%. Na pesquisa, IPEC, também divulgada na semana passada, Ciro apareceu com 7%, enquanto Lula ficou com 47%, e Bolsonaro, 31%.

“Estou sendo vítima de uma gigantesca campanha virulenta para retirada da minha candidatura. Nada deterá minha disposição em seguinte em frente, denunciando corruptos, farsantes e demagogos, que tentam ludibriar a fé popular com suas falsas promessas”, declarou Ciro.

“Minha candidatura está de pé para defender o Brasil em qualquer circunstância”, afirmou o candidato em outro trecho do pronunciamento.



Compartilhe